( Resenha ) Dias Perfeitos - Raphael Montes @cialetras

Companhia das Letras

Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse, AQUI.

Resenha


A história é narrada do ponto de vista de Téo, um jovem estudante de medicina, introspectivo e sem amigos que vive com a mãe (paraplégica) e um cachorro, em um apartamento em Copacabana. Minto, Téo tinha uma única amiga, a Gertrudes, que vocês vão conhecer logo no inicio do livro. 

“Ele não havia acreditado. Não supunha que fosse ser feliz um dia. Sentia-se fadado ao limbo, à monótona rotina, desprovida de momentos felizes ou tristes. Sua vida era apenas um vazio preenchido por tímidas emoções. Seguia bem assim.”

A monótona vida de Téo começa a mudar quando ao acompanhar a mãe a uma festa, ele conhece Clarice, uma estudante de história da arte, segundo ele, diferente das outras mulheres. Ela lhe dá um selinho que mexe com seus sentimentos.

“Ele se divertiu com a espontaneidade da garota, mas continuou sério. Não ficava confortável perto de mulheres com tanta desenvoltura: enxergava-as superiores, quase inatingíveis.”
“Enxergava Clarice como um diamante bruto. Todo relacionamento pressupõe troca, um escambo de favores, de maneira que os dois polos se seduzam mutuamente, relegados às próprias surpresas. Téo fora surpreendido por Clarice: alertado pela beleza, enlaçado pela espontaneidade e condenado pelo beijo sabor gummy de limão. Sabia também que podia surpreendê-la. Era um homem de qualidades: culto, com futuro; seria um bom pai (na verdade, nunca havia pensado em ter filhos, mas agora a ideia não parecia ruim) e um bom marido (sabia como as mulheres mereciam ser tratadas). Não era bonito, tampouco era feio).” 
A partir daí começa a perseguição... Téo decide que não pode viver sem ela e comete atos insanos para conquista-la. Tenho que dizer que ao começar a ler o livro e perceber do que Téo era capaz, tive medo do que poderia acontecer. No entanto, não poderia deixar de saber com tudo terminaria.
 As cenas vão acontecendo e nos vemos envolvidos na trama, esperando sempre, que o autor encontre uma forma de amenizar os erros e trazer um final feliz para essa história.

Clarice escrevia um roteiro de road movie chamado “Dias Perfeitos” e havia decidido viajar para ter sossego e continuar a escrevê-lo, mas Téo achou que seria excelente companhia, decidindo sequestra-la no intuito de fazê-la se apaixonar por ele. 

Durante os meses que passam “juntos” acontecem coisas inimagináveis, perturbadoras e cruéis, ao mesmo tempo que tudo parece ficar bem. O leitor às vezes fica em dúvida sobre o que ambos podem estar sentindo ou até que ponto tudo pode acabar bem. A mente doentia e obsessiva de Téo acaba conseguindo justificar seus atos no fato de que ele a ama e faz tudo por ela. Desta forma ela precisaria retribuir esse amor de alguma forma.

“As vezes, eu ajo como um louco, mas... Mas é que você mexeu muito comigo e... Não posso te perder. Você é a razão da minha vida.”

Para os fãs de thrillers e suspense, o livro é perfeito. Assustador, angustiante. Uma história de amor doentia, conduzida de maneira muito inteligente pelo autor.

Recomendo!

9 comentários

  1. Adoro livro nesse gênero...
    A capa é bem convincente....
    Já comecei a ler ele e tá muito bom

    ResponderExcluir
  2. Oi Florrrrrrrr
    Ma! Saudades de vir aqui! Eu quero ler esse livro! Fiquei mega curiosa pela sua resenha, eu adoro livros do estilo! Gosto de ler para diversificar entre os romances!
    Ótima resenha!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Esse livro parece ser muito interessante, estou doida pra ler!

    ResponderExcluir
  4. Oi Paula! Que legal ver você por aqui! =)
    Essa resenha é da Cléo, eu ainda não li esse, mas parece ser muito tenso, né? Ela super recomendou...

    beijos,

    ResponderExcluir
  5. Adorei a resenha. Gosto de ler também livros desse gênero, e esse parece ótimo. Achei um pouco assustador, confesso q fiquei assustada com Téo só de ler a resenha, kkkk mais também fiquei mega curiosa e quero ver como será a história e o final deles.

    ResponderExcluir
  6. Aah esqueci, é bom ver, que o ponto de vista será narrado por ele, só assim saberemos o que se passa na cabeça dele rsrs

    ResponderExcluir
  7. Gente este livro é muito bom e agoniante, pra quem gosta do estilo super recomendo. Eu mesma fiquei com pensamento dúbios em relação a Téo e Clarice, duelando ora amava, ora odiava, ora me agoniava e queria que eles decidissem tudo continuando juntos ou não só pra acabar com a sensação de agonia. Vou me repetir, super recomendo a leitura e as meninas do blog tão de parabéns pela diversidade de gêneros !!

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito da resenha!
    Eu gosto de suspense, mais uii medo do Téo: "comete atos insanos para conquista-la."
    Mesmo com medo dele, eu fiquei interessada!! rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia o livro e quero saber que atos insanos Teo decide realizar para tentar conquistar Clarice!
    Fiquei muito curiosa!

    ResponderExcluir

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por