4 Estrelas,

( Resenha ) Filha da Ilusão - Livro 1 da Série Herdeiros da Magia de Teri Brown @EdValentina

24 agosto C Romano 0 Comments

Editora Valentina
Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia  sinopse, AQUI.

Resenha


“Sentir as emoções dos outros é tanto uma benção quanto uma maldição. Se eu soubesse como desativar esse dom completamente, eu não hesitaria, mas não sei, e Deus sabe que não tenho ninguém a quem perguntar como se faz isso”.

Filha da Ilusão vai contar a história de Anna, uma ilusionista filha de uma médium charlatã e de um famoso Ilusionista. Além disso a jovem garota possui poderes paranormais, algumas visões e também é sensitiva, ou seja, capaz de sentir as emoções que as pessoas próximas estão sentindo.

Anna é uma adolescente que viveu em meio as apresentações de sua mãe, a conhecida Madame Marguerite Estella Van Housen, uma médium que garante o sustento da casa com os shows apresentados e as sessões reservadas, onde explora as angústias das pessoas, dizendo poder falar com mortos, para extorquir um pouco de dinheiro extra. 

Seu pai, segundo sua mãe, é o famoso ilusionista Harry Houdini, que apresenta truques de ilusionismo e é um mestre do escapismo, apresentações que Anna adora realizar.

Anna sempre foi uma apaixonada pelo ilusionismo, mas nunca aprovou as sessões que sua mãe realizava. Mesmo assim, como uma boa filha, sempre auxiliou nas artimanhas dela.

“Mas será que tenho o direito de continuar a fazer uma coisa que sei ser errada por lucro? As palavras de Harry Houdini reverberam em minha memória: ‘ Não é difícil convencer pessoas que sofreram uma perda recente da possibilidade de se comunicar com seus entes amados. Para mim, os pobres crentes sofredores, na ansiosa busca de alívio para a dor que se segue à morte de um ente querido, são sacrificados pelos carniceiros que ganham dinheiro à sua custa’”.

Sua mãe é uma pessoa pouco carinhosa e que coloca a carreira sempre na frente. Não mede palavras e sempre acaba machucando sua filha. Mas isso não diminui o instinto protetor de Anna, que sempre busca a segurança de sua mãe e controla as contas desde pequena.

O livro começa com a protagonista contando como é bom finalmente ter uma casa, vizinhos e uma vida meio normal. Porém com a mudança, os poderes paranormais de Anna aumentam e tornam-se recorrentes visões em que ela e sua mãe correm perigo.

“Meu coração palpita na aterrorizada expectativa do que está por vir. As visões nunca são imagens bonitas com final feliz. Quando estou dormindo, posso interpretar esses episódios como pesadelos, mesmo sabendo que não são. Quando estou acordada, sou submetida à excruciante experiência na íntegra”.

Assim o livro narra a busca de Anna por respostas: Como controlar seus poderes? Quem é seu pai? O que significa essa visão? O que ela quer fazer da vida dela? E como para uma jovem garota interessante não poderia faltar o romance, esse livro também traz a indecisão de Anna quanto aos sentimentos por Cole e Owen.

Posso dizer que o Cole me chama mais atenção, com seu sotaque britânico, é um moço alto e moreno, muito reservado e educado. Completamente o oposto de Owen, que é um americano loiro, galanteador e adora atenção.

Outro personagem que merece um destaque é o Sr. Darby, o vizinho do andar de baixo. Esse personagem é um amor, no começo todo resmungão e ranzinza, mas consegue demonstrar seu carinho pela menina da sua própria maneira, além de ajudá-la em momentos essenciais. 


Não posso deixar de comentar como a capa deste livro é maravilhosa. Fiquei completamente apaixonada! E a diagramação está linda! Com a escrita simples a leitura flui tranquilamente.



Apesar de ser o primeiro livro de uma série, este livro possui o final fechado. Sem aquele desespero para ler o próximo por conta de pontas soltas no livro. O que me agrada bastante.

Alguém já leu esse livro? Tem alguma observação ou pergunta? Compartilha comigo!



Capa original

0 comentários: