4 Estrelas,

( Resenha ) O Sucesso ainda é ser Feliz de Roberto Shinyashiki @EditoraGente

24 setembro Eva Cross 0 Comments

Editora Gente
Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Resenha



Roberto Shinyashiki, médico psiquiatra e terapeuta, autor de vários livros de auto-ajuda, traz neste novo projeto um olhar aprofundado sobre temas como sucesso e felicidade.

Muitos buscam a felicidade através do sucesso afetivo, social e financeiro, mas não a encontram pois deixam de ver o óbvio: o sucesso é a própria felicidade que reside em nós mesmos. 

Mesmo quando temos essa certeza não é tão fácil assim vivê-la... Para tal, é preciso conhecer e compreender nossas crenças e pensamentos. 

“Preste atenção nas suas crenças, pois elas irão se concretizar.” 

É preciso vencer o que nos leva a infelicidade... 

“Todo indivíduo necessita de três alimentos vitais para a alma. Esses alimentos são: confiança, realização e alegria de viver. Na falta ou escassez deles, as pessoas estruturam alguns modelos para serem infelizes...”

O autor acerta ao tratar a infelicidade a partir de três personagens da mitologia grega e seus modelos de conduta. Ao utilizar descrições, exemplos pessoais, frases e parábolas Roberto Shinyashiki traz à tona, sentimentos muitas vezes desconhecidos por nós mesmos.

Dâmocles – é um modo de infelicidade que se refere àqueles que passam a vida inteira com medo de que alguma desgraça aconteça como castigo por suas conquistas.

“ Quando se tem fé, a morte não é tão assustadora. Quando ao contrário, a vida é um mar de dúvidas, o que mais procuramos é nos cercar de segurança.”

“ Se você passou a vida fugindo do perigo, comece a perceber que a maioria das ameaças é fruto de sua imaginação. Pare de fugir e comece a agir.” 

Sísifos – é um tipo de infelicidade que caracteriza aqueles que passam a vida se sacrificando, tentando fazer as coisas funcionarem, mas nunca completam seus projetos.

“ Um dos acontecimentos que mais aperta meu coração é ver a quantidade de pessoas maravilhosas que destroem suas possiblidades porque não conseguem transformar esforço em resultados. “ 

“ A transformação do Sísifo ocorre quando ele descobre o guerreiro que existe dentro dele e luta por seu objetivo até conseguí-lo. É quando começa a colocar paixão no seu trabalho e vai até o fim.” 

Midas – é o tipo de infelicidade das pessoas que acumulam conquistas, mas nunca estão satisfeitas.

“ É triste ver gente que chega aos 50 anos e descobre que passou a vida inteira correndo atrás de bens vazios, sem nenhuma essência. A ambição desmedida faz com que essas pessoas não aproveitem um leito macio para dormir, embora frequentem hotéis elegantes e sofisticados.” 

“ Quando direciona seus sentidos para a existência, o Midas passa de colecionador de riquezas a colecionador de conquistas espirituais e afetivas. Deixa de se orientar por objetivos e passa a se mover por afeto. Deixa de procurar o caminho mais rápido para buscar aquele que oferece mais realização. E , então, ele encontra mais prazer no ato de viver.” 

Com certeza trazemos, em proporções distintas, tipos psicológicos de Dâmocles, Sísifos e Midas, o que dificulta a nossa paz de espírito. o autor traz sugestões e dicas de como vencer os obstáculos que surgem quando repetimos incansavelmente tais comportamentos. 

Considero que a leitura reflexiva, atenta às dicas e às observações do autor, pode levar o leitor a um novo olhar para dentro de si. Reconhecer se como único responsável pela sua própria felicidade e valorizar acontecimentos diários que por vezes nos são indiferentes e sem importância pode ser a chave para a escolha de um novo estilo de vida.

“O verdadeiro sucesso é satisfazer a sua ânsia de felicidade, cumprir sua vocação de ser feliz. E isso você só consegue quando se relaciona com sinceridade com as pessoas que ama, quando é amigo dos seus filhos e, principalmente, quando consegue ser amigo de si próprio.” 
“A felicidade é a oportunidade que você cria para ser o artista da sua autocriação.”
“Somos o que repetidamente fazemos. A excelência, portanto, não é um feito, mas um hábito.” 
ARISTÓRELES

Recomendo para todos que procuram a felicidade. 



0 comentários: