5 Estrelas,

( Resenha ) Os Bons Segredos de Ann Leary @EditoraNacional

06 setembro C Romano 1 Comments

Companhia Editora Nacional
Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse, AQUI.

Resenha


O romance Os bons segredos, de Ann Leary, é um presente. Com uma maravilhosa narrativa, a escritora nos faz querer descobrir, a cada página, um novo segredo da protagonista Hildy Good.

“ Sou uma velha caipira, a oitava bisneta de Sarah Good, uma das bruxas acusadas, julgadas e enforcadas em Salem...”

“...Meu primeiro nome é Hilda. Meus amigos sempre me disseram que esse nome soa como o de uma bruxa, mas sou chamada de Hildy. Moro sozinha, minhas filhas estão crescidas e meu marido não é mais meu marido. Falo com os animais. Acho que isso já era um aviso. E algumas pessoas acreditam que tenho poderes de intuição, poderes paranormais, o que não tenho. Só conheço alguns truques. Tenho certo tipo de conhecimento quando se trata de pessoas e, como disse, tendo a saber da vida de todo mundo. “

Hildy é uma personagem muito interessante. É mais que uma velha caipira. Hoje é uma bem-sucedida corretora de imóveis da cidade onde nasceu que, sem devaneios, relembra suas histórias e vive o agora da melhor forma que consegue.

Alegrias Hildy tem para contar, dores também. Conquistas pessoais, grandes decepções... Momentos em que prefere estar sozinha com sua taça de vinho.

Hildy é como qualquer um de nós. Talvez aí esteja o sucesso do romance. A história é tão próxima, senão tão parecida com muitas, que nos faz cúmplices dos seus segredos.

Mas, o maior segredo de Hildy não é um segredo para as pessoas mais próximas. É uma preocupação de suas filhas... O alcoolismo. Será verdade ou exagero? 

A história vai sendo contruída e se desenrolando no último ano, quando as vendas estão fracas e Hildy vê suas relações afetivas se transformando a cada momento, a cada novo comportamento seu. 

Hildy vive o amor pelo neto Grady, a reaproximação com o ex marido Scott, os questionamentos com o amigo Peter, as histórias de tantos anos com Frankie e a preocupação com a família Dwight do pequeno Jake.

Mas é a nova amizade com sua cliente Rebecca que impulsiona o romance.

“ Rebecca já estava intrigada. Para ela, parecia que eu realmente via o passado. Essa é a chave. Foi assim que minha tia conseguiu seu sustento, e é assim que os astrólogos podem fazer leituras que pareciam ser tão precisas. Nós somos tão iguais, mas pensamos que somos tão únicos...”

Cada um de nós carrega segredos de toda uma vida. Segredos que nos constroem ou nos destroem. Segredos que nos dão a impressão de sermos únicos.

Recomendo que leiam, releiam e que guardem bons segredos.

Um comentário:

  1. Oi, Cléo! Tudo bem?

    Gostei de sua resenha apesar de não ter conhecido o livro antes.
    Parabéns pelo modo como desenvolveu a trama e acredito que um dia eu irei ler este livro.

    Visite o nosso blog Irmãos Livreiros e também tem vídeos novos no canal Irmãos Livreiros Já se inscreveu para receber os vídeos em primeira mão?

    Beijos!
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir