Autor Nacional,

Divagar é preciso com M.S. Fayes

13 novembro Clã dos Livros 0 Comments



Quem está chegando por aqui para divagar sobre livros, livros e.... livros, é a autora M.S. Fayes, mais conhecida como Martinha A Divagante.


Conheça algumas de suas obras AQUI.

Martinha vai aparecer pelo Clã dos Livros volta e meia, para divargar com vocês.



Então.... vamos lá!


Martinha A Divagante ...

Então... cá estava eu fofocando pelo universo facebucante, com minha amiga Marissa...

Conversa vai, conversa vem... diga-se de passagem, lá pela madrugada, e nossos dedos ainda estavam operantes, conversando sobre uma coisa muito banal. Livros. Daaaa.... normalmente em meu mundo, 90 % das minhas conversas são sobre livros. 

O assunto começou porque eu queria saber de onde ela tinha tirado seu fantasy name. Descobri. E percebi que temos gostos parecidos... hehehe... Porém, qual não foi minha surpresa ao perceber que ela não conhecia algumas séries ou autoras das quais eu tanto elucubrava. 

Daí, chegamos à humilde conclusão que muitas autoras passam incólumes aos olhos de novos leitores, por uma coisa muito comum chamada : MODA.

Existe Moda pra tudo hoje em dia. Para estilo de cabelo, maquiagem, roupas, bolsas e afins. E existe também, porque não, a moda literária. Um estilo que impera durante um tempo e persiste. Depois outro que ressurge como uma fênix, do nada. 

Porém neste mundo de modas literárias, que enaltecem várias autoras da atualidade, muitas vezes esquecemos que outras ficam relegadas ao esquecimento. E digo uma coisa, pessoas... a maioria são autoras que foram precursoras de determinados estilos e narrativas literárias. 

Vou citar alguns exemplos. Vamos ver que autoras estão em voga agora neste exato instante... Colleen Hoover, Julia Quinn, Kristen Ashley, Proby, J.R. Ward, Lisa Kleypas.... quem mais... cara...sei lá... tô ruim de nomes... tive que ir futucar na internet e tenho certeza que vou deixar passar um monte que estão super em voga agora. 

O grande problema é que, muitas vezes nos esquecemos completamente de autoras sensacionais que marcaram a história de gerações dessas "novas autoras".


Vocês sabiam que Suzanne Brockmann, é tipo uma espécie de guru para a J.R. Ward? Ela é uma autora das antigas, dos romances florzinhas, de banca, tão comuns para nós. E foi ela quem ajudou a J.R. Ward a seguir o sonho dela. Engraçado, né?

Nora Roberts consegue se manter super em alta ainda hoje, mas teve que se reinventar. Com o pseudônimo de JD Robb, ela criou um público cativo de leitores da série policial futurística, intitulada Série Mortal. 

Porém, quantas de vocês já ouviram falar ou leram algum livro de ícones da literatura romântica, como Linda Howard ou Sandra Brown? A primeira escreve livros com romances policiais apimentados e a segunda segue a linha dos policiais e suspense. Todos com doses cavalares de romance entre os personagens. Porque eu não vou mentir pra você, caro leitor... eu só leio se tiver romance, sacou? Mocinho encontra mocinha, rola um fling, bate um lance, pinta uma merda, resolvem a merda e pliiiim...ficam juntos e felizes para sempre. 



Eu sou inclusive da época do epílogo. Aquela que sempre vai à última página do book pra ver se a autora escreveu alguma cena que nos delineie o depois do "felizes para sempre". É... sou dessas. 

Dos históricos, alguém leu Candace Camp? Ou Judith McNaught? Simplesmente perfeita em toda a sua essência literária??? Gente... são muitos nomes. Muitos mesmo. 

Porém, como eu digo... algumas autoras conseguem superar o modismo da atualidade. Algumas conseguem ainda imperar nas estantes de tantos amantes por livros. Eu tenho uma ala da minha estante toda dedicada às autoras mega blasters: Nora Roberts, Linda Howard, Judith McNaught, Sandra Brown, Barbara Delinsky, Diana Palmer (confesso... adoro cowboys xucros...), Carly Phillips, Candace Camp, Elizabeth Lowell, Hannah Howell, Margareth Moore, Patricia Cabot, Rachel Gibson... por aí afora... são autoras que quando saem livros quentinhos do forno editorial, eu já passo o rodo. 

E para que fique claro... muitas delas são autoras que chamo de Harlequin... ou seja, já foram publicadas ou são até hoje, nos livrinhos paperback. E te pergunto: Vcs acham que elas acham ruim serem chamadas de autoras de livros de mulherzinha? De forma alguma. 

Agora me digam... quais destas aqui citadas vocês nunca ouviram falar? E quem mais vocês acham que deveriam estar na lista? E mais... vocês concordam que existe uma moda ou não? 


Bjuuu

0 comentários: