5 Estrelas,

( Resenha ) Trap - Livro 4 da Série Clube 13 de Barbara Biazioli

13 janeiro Clã dos Livros 9 Comments

Publicação independente

Leia a sinopse, AQUI.

Resenha


Vivian Lake está decidida a vingar a morte de sua irmã. Não importa o que pensa sua amiga Tracy. Não importa que na verdade sua irmã tenha se matado. Ela era apaixonada por Sebastian e de alguma maneira foi iludida por ele a tal ponto que decidiu se matar. 

O mais foda de você planejar uma vingança é que tudo que você imaginou sobre a cama de um quarto quentinho e protegido pode não evoluir da mesma forma que foi planejado.

Agora, após contrair uma dívida e com um objetivo em mente, Vivian sai do Canadá rumo à NY atrás de Sebastian Lousan. Lá ela encontra com Kim, uma amiga querida dos tempos de faculdade e mesmo não querendo envolver sua amiga em seus planos, acaba descobrindo que ela conhece Sebastian. 

Por conta do destino, a moça acaba indo trabalhar temporáriamente na área contábil da empresa do Sr. Lousan e descobre que ele é um chefe querido e admirado. O convívio diário com ele e a atração forte que existe entre os dois poderiam ser aliados em seu plano de expor Sebastian e o que fez com sua irmã, mas o feitiço parecia se voltar contra o feiticeiro e Vivian ficava a cada dia mais atraída pelo sexy arquiteto que se apresentava como alguém muito diferente do homem que imaginou.

- Então estamos em uma competição? - ela fala afiado, olhando diretamente nos meus olhos e isso não é fácil. Ela não está apresentando os sinais de interesse em mim, ela está me enfrentando como se estivéssemos em uma arena (...)

Ele era lindo, sexy, metido, gostava de mandar, mas também era um homem justo e dedicava grande parte de seu tempo à ajudar outras pessoas, e por isso ela realmente não esperava.

Proporcional aos sentimentos que vão sendo despertados em seu corpo e seu coração, seus planos de vingança vão perdendo a força, porém uma ameaça de dentro da própria empresa pode por tudo a perder e destruir qualquer boa intenção que Vivian esteja deixando nascer em seu coração.

Vivian é uma moça confusa e triste, tem um passado sofrido e conturbado e acaba culpando Sebastian por parte dele, mesmo que isso não seja muito racional. Ela é boa e honesta e tem um temperamento interessante: teimosa, obstinada. E isso atrai Sebastian de maneira irresistível. Claro que ele também adora os diálogos interessantes que os dois travam, assim como as disputas e desafios. 

Estou procurando algo ruim nele, e acho que ruim mesmo é ficar sem ele. Pare, Vivian! Atenha-se ao plano. (...)

Já Sebastian Lousan é um homem admirável. No começo do livro vemos que ele é exatamente da maneira que imaginamos nos livros anteriores. Safado, um pouco canalha, já que trata bem as mulheres, mas vai embora sem olhar para trás e continua firme e forte no Clube 13 com as encomendas de mulheres e muito sexo.  Mas também tem um lado bom e extremamente gentil que não conhecíamos antes. Ele se envolve em alguns projetos beneficentes e faz questão de estar presente, não é apenas algo impessoal. 

Mas Sebastian é Sebastian.... ele é um homem muito sexual e fica tarado em Vivian. Não consegue se manter afastado dela e não perde uma oportunidade de imprensá-la na parede, ou em sua mesa de trabalho.

- Fodam-se os processos trabalhistas. - Dei um passo em sua direção e sua respiração ficou ofegante. - Com você eu sairia, demitiria você se fosse o caso, porque você tem desgraçado algumas das minhas noites desde que te conheci, porque você me olha como se soubesse quem eu sou, acredite, você não sabe. - Minha respiração bate em seu rosto e ela ainda me encara. 

- Sabe, Sr Lousan, sobre desgraçar noites também tenho algo sobre o senhor. - ela diz sorrindo.


Mas nosso cafajeste demora para concretizar seus planos de pegar Vivian de jeito. Ele aposta que só precisa disso para tirá-la de vez de seus pensamentos, mas não poderia estar mais enganado. Dormir com ela vai deixar tudo muito mais complicado. Quando mais próximos ficam, mais perto dela ele deseja ficar.


Ela não tem nenhum atributo que faria um homem parar e admirá-la pela beleza, mas ela tem um senso de humor que atrai e, de alguma forma, acredito que nunca tive isso em minha vida. Nunca me senti atraído por nenhum tipo de humor feminino (...) 
Tudo poderia ser resolvido com uma bela noite de sexo, porque é isso que espero das mulheres, por outro lado, ainda não sei como resolver isso.

O livro tem uma carga dramática muito intensa e interessante, com o passado de Vivian e principalmente com o passado triste de Sebastian.  Tem também muita tensão sexual, diálogos maravilhosos e quentes, com um humor interessante que é sem dúvida, uma das especialidades da autora (AMO). 


Amei Trap! 
Mais um livro que entrou para a minha lista de favoritos.





Saiba mais sobre os outros livros da Série AQUI.


9 comentários:

  1. Eu li os outros livros do clube dos 13, achei péssimo em tudo: enrendo, revisão de texto, estrutura... uma lástima. A autora quis se aventurar na onda erótica dos best sellers internacionais e se perdeu totalmente, parecia cover do "50 tons". Se fosse recomendar alguma autora nacional diria que os livros da Julianna Costa estão melhores (como o livro "23 noites de Prazer"), mas esta também tem outras ressalvas (o livro "Sem Vergonha" perdeu ritmo e ficou muito pobre de enredo).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ops.. esqueci de comentar... A Série Clube 13 não tem nada de Cinquenta Tons.. Nada mesmo. O enredo é totalmente diferente. Acho que vc pode ter lido uma série diferente daquela que eu li :P

      Excluir
    2. A série que li foi em ebook da amazon, impossível ser livros diferentes.

      Excluir
    3. Não entendo essa fixação da mulherada em comparar todo romance contemporâneo em que o cara é rico e bonito com 50 tons...
      Provavelmente, Carolina, você leu a primeira versão da série, quando saiu por uma editora digital. Depois disso, a série saiu de circulação e voltou repaginada, com uma pegada romântica e um mistério de fundo. Há cenas de sexo? Sim, mas esse não é o foco central da série.
      De qualquer forma, mesmo que você ache mesmo que a série é ruim - e isso é um direito seu -, também não entendi por que você leu a continuação. Se é ruim, é ruim, pronto.
      A Julianna Costa é uma fofa e tem sim, uma pegada tremendamente erótica, é o estilo dela. Talvez se você lesse outros livros de Barbara, verá que ela não se limita ao erótico, mesmo tendo um livro totalmente erótico, o 14 Dias.
      Boa leitura pra você. E viva a literatura nacional.

      Excluir
    4. Eu li continuação porque achei que a autora pudesse me fazer mudar de opinião, gostando finalmente do livro, não foi o caso e isto não é um crime. E a versão que comprei na Amazon tinha erros de estrutura de texto, como alguns diálogos inacabados, nem por isto achei a pior coisa do mundo, o foco aqui foi a decepção na história. Não convenceu. Mas a vida segue.

      Excluir
  2. Puxa Carolina, que pena que você não gostou. Eu adorei todos da Série Clube 13 e gostei mais ainda de Trap.
    Quando não curto um livro não leio as continuações, nem entendi porque você leu a série toda se não gostou do primeiro.

    Eu amo os livros da Julianna Costa e Sem vergonha foi o meu preferido, mas gosto é gosto né?! E não se discute ;)

    Todas as opiniões são bem vindas por aqui.
    Abraços,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não deixo livros inacabados e como comprei na Amazon os três livros juntos decidi ler todos seguidos. É melhor ler até o fim para poder dar a opinião, tem gente que lê a metade e desiste, há casos em que o livro melhora, mas neste caso não teve salvação (pelo menos pra mim).

      Mas já adianto, até mesmo na avaliação dos leitores da Amazon, estes livros receberam críticas negativas e outros se queixaram que a autora deletava as avaliações que eram escritas no site dela... enfim polêmicas.

      Sei que os autores tem seus momentos bons ou ruins, tipo Neil Gaiman, não gosto de todos os livros dele e agora sou mais seletiva para ler, busco resenhas (aqui no seu blog) antes de ler "na aventura" e me decepcionar.

      Se a autora Barbara Biazoli mudar alguma coisa futuramente, poderei ler algo novamente, sem dúvida, mas se for a continuação do clube dos 13, vou passar a vez.

      Sempre acompanho suas resenhas e por acaso hoje decidi palpitar...rs Mas não sou a revoltada, pelo contrário, vivo indicando livros para todos :)

      Excluir
  3. Bem, por onde começar...
    Acho que é pela resenha:
    Mari eu amei tua resenha, expôs bem o que achou da trama. Ficou muito passional.

    E antes de ir, bem não poderia deixar de comentar um pouquinho o comentário da leitora logo a cima.
    Então, concordo com a Mari quando ela diz que, quando não gosta de um livro não lê a sequência. Eu tb sou dessas.
    Outro ponto: os leitores depois do lançamento de 50 tons pegaram a mania de comparar com a maioria dos livros Hot com ele. Não discordo que tem muitas cópias baratas e mal formuladas, mas, particularmente acho que a série Clube 13 está muito longe de ser algo como 50 tons.

    Outra coisa, a Mari disse que toda opinião é bem vinda.. certo, tb concordo. Mas tu veio no blog só pra falar mal do livro. Nem sequer falou algo da resenha. Desnecessário não?

    Mas gosto e opinião não se discutem.
    Acho q é isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordar é ter opinião ou será que concordar passivamente é o objetivo deste blog ? Não estou ofendendo ninguém, estou lamentando o livro ter sido péssimo para mim, para o meu tempo, pelo valor pago. Mesmo assim não desisti da leitura, afinal só podemos criticar se conhecer a obra. Mas ter o mesmo gosto, ótica do autor é completamente diferente. Recebo os posts há tanto tempo que se eu imaginasse que o comentário fosse tão julgado nem escreveria...

      Excluir