( Resenha ) A Dama da Meia- Noite - Livro 3 da Série Spindle Cove de Tessa Dare @gutenberg_ed

Editora Gutenberg

Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse AQUI.

Resenha




Kate nunca soube qual era o seu lugar no mundo. Criada em um orfanato, cresceu e se dedicou ao seu amor pela música. Como professora da arte que tanto ama, vive em Spindle Cove, onde foi recebida com carinho por Susanna, protetora das moças que precisam cuidar da saúde, ou de um tempo só seu. 

Por ter uma mancha na têmpora, ela vive uma vida um pouco tímida, já que a marca causa repulsa em muitos que a olham exageradamente.
Sempre que ela conhecia alguém, ficava triste, de que as pessoas só reparavam na mancha cor de vinho em sua têmpora. Durante anos ela tentou esconder sua marca de nascença (...)



O que Kate mais desejava era descobrir algo sobre sua família, suas origens. Ela sente que já foi amada e querida e essa lembrança de uma voz lhe dizendo:


 Seja corajosa, minha Kate.

... a  conforta em dias difíceis.



Cabo Thorme é um homem forte e resistente. Ele também é sisudo e muitas vezes estranho. Desde que chegou em Spindle Cove, observa Kate sem se aproximar. Ele a conhece e tem uma história sobre o passado deles que não deseja contar.


Os dois se esbarram quando ela, em apuros, precisa voltar à Spindle Cove e não tem nada além dele, seu cavalo e um filhote de cachorro.

O cachorro latiu. Kate riu e o trouxe para o peito, inclinando-se sobre o pescoço peludo.
"Você é perfeito", Thorne a ouviu sussurrar. "Você é exatamente o que eu precisava encontrar hoje." (...)
Thorne sentiu uma torção aguda no peito. Como se alguma coisa amassada e enferrujada estivesse se soltando. Aquela garota tinha o dom de fazer isso - fazer com que ele sentisse.

A proximidade durante a viagem acende em Kate um desejo e interesse por Thorme que ela não sabia que existia, até aquele momento.

Três horas a cavalo com a Srta. Kate Taylor aninhada entre suas coxas? Tortura da mais cruel.

Ao retornar a Spindle Cove Kate tem uma enorme surpresa. Além da paixão despertada por Thorme, ela descobre que uma família de nobres quer assumi-la como parente e carregam algumas evidências desse parentesco.

Assombrada e maravilhada com a possibilidade de ter uma família, Kate precisa decidir o que fazer. 

Os Gramercy resolvem se estabelecer no vilarejo a fim de levantar mais provas do parentesco e Thorme desconfiado, diz estar noivo de Kate, a fim de protegê-la do que quer que essas pessoas possam estar prometendo. Ele conhece o passado de Kate, pois se conheceram quando crianças, e acredita que tudo o que dizem seja mentira, movida por algum propósito.

Havia algo de errado neles e naquela história. 
"É uma situação de risco; você não tem guardião ou parentes para proteger seus interesses. (...) mas não tenho direito de zelar sobre seu bem-estar sem ter algum direito sobre você."

Kate se surpreende mais uma vez com o compromisso falso, e os dois acabam passando mais tempo juntos, o que faz com que ela se apaixone pelo homem sério e calado de lindos olhos azuis, sem saber o que fazer, já que ele é arredio. 

"O que é então? Pelo amor de Deus, o que a meu respeito você acha tão intolerável?" (...)
"Para de me provocar. Você não vai gostar da resposta."
"Eu quero ouvi-la mesmo assim."
Ele enfiou a mão no cabelo dela, pegando-a de surpresa. Dedos fortes se fecharam ao redor da nuca de Kate.
(...)
"É isto."
Pelo braço, ele a puxou para um beijo E ele a beijou do mesmo modo que fazia tudo. Intensamente, com uma força silenciosa.

Com um filhote de cachorrinho no meio deles e algumas aventuras, ela vai descobrir mais sobre seu passado e ver demonstrações de amor (salvá-la de ataques de cobra, colocando-se em perigo, enfrentar lutas e canhões de abóboras para protegê-la) por parte de Thorme que insiste não sentir nada por ela.

O enredo de A Dama da meia-noite é maravilhoso.

Nos envolvemos pela tristeza e busca de Kate até descobrir quem foi seu herói. A moça precisa lutar para conseguir o amor do homem por quem se apaixonou, e que resiste a ela por não se achar merecedor de seu amor.

O final é uma delícia.

Apesar de fazer parte de uma série, qualquer dos livros pode ser lido de forma independente, pois contam histórias de protagonitas diferentes, porém é muito gostoso ler todos na ordem certa. 

Amei e recomendo!

Saiba mais sobre a Série AQUI.

Imagem: Jon Paul

A Dama da Meia-Noite faz parte da Maratona de Históricos do Clã <3



6 comentários

  1. Não vejo a hora de ler esse livro. Comprei faz tanto tempo, mas cadê o tempo disponível?
    Parabéns pela resenha, você me deixou ainda mais curiosa.

    Bjs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Eu amei Rosangela <3
      Espero que vc goste =D

      Excluir
  2. Eu estava na livraria esses dias e fiquei na dúvida sobre esse livro, mas depois de ler com certeza vou voltar para buscar!!

    Beijos.

    http://melodiaebarulho.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei, espero que vocêe goste também ;)

      Excluir

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por