5 Estrelas,

( Resenha ) Diário de uma Cúmplice de Mila Wander @PlanetaLivrosBR

30 junho Ingrid 2 Comments

Planeta de Livros Brasil
Selo Essência

Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse AQUI.

Resenha


Christine Monteiro, mais conhecida como Chris. Têm 25 anos de idade e mora sozinha desde os 18. Perdeu os pais em um suposto acidente, quando tinha 15 anos de idade, e não gosta de falar sobre o assunto. 

Sua melhor amiga, Ana Lessy, é tudo o que Chris tem. Ela é como uma irmã mais velha que está sempre preocupada, o que faz com que Chris sinta-se protegida. Lessy dá a moça um diário com o intuito de que ela desabafe através dele, porém, Chris o odeia de imediato, mas se esforça para agradar a amiga. 



“... devo fazer isso porque sempre guardo todas as coisas dentro de mim — ressentimentos, tristezas, estresses — e, ser tão introvertida vai acabar me matando.”

Chris estuda psicologia e trabalha como educadora em uma creche, cuja proprietária é a mãe de Lessy. Lá ganha o suficiente para manter sua vida medíocre. Há tanto tédio nela,  ninguém a convida para um encontro há algum tempo, a moça sente-se cada vez mais menosprezada e percebe que precisa fazer algo urgente para mudar. 

“Estava chegando em casa quando o vi e parei. Era simplesmente a perfeição em forma de homem. Nossa... Nunca tinha visto um cara tão bonito quanto aquele.”

Então, quando Chris menos espera, ocorre uma paquera inocente com um sujeito na rua que a deixa hipnotizada. Porém, este acaba revelando-se um tremendo bandido, que a aborda de forma brusca e faz dela sua refém. E em meio a uma perseguição policial, numa mistura de raiva e pena, Chris oferece seu apartamento como abrigo, ao sujeito. 

“Tudo nele parece ser perfeito, moldado e esculpido, cada detalhe em seu devido lugar. Inclusive as cicatrizes extensas que possui, estas são particularmente belas. Não é possível que algo tão lindo seja tão perigoso.”

Ele foi atingido por uma bala e ela gentilmente cuida de seu ferimento e então acaba descobrindo que ele se chama Miguel. Inconformada com a estupidez que cometeu, se vê diante de uma situação inusitada da qual não sente medo, mas surpreendentemente, excitação, tornando-se cúmplice ao ajudá-lo a escapar. 

Miguel é sexy e sedutor, e Chris está confusa e encrencada. Ela acabou se colocando em uma situação ainda mais tensa ao descobrir que ele faz parte da maior quadrilha do país, composta por pessoas de grande influência. Uma cadeia imensa de corrupção e o único jeito de sair dela, é morto. 

Assim que o meu exemplar de Diário de Uma Cúmplice chegou, não me contive e fui correndo ler. Ansiosa após ter visto tantas críticas positivas a respeito e em poucas horas o havia devorado. Fiquei apaixonada e emocionada com o desfecho surpreendente. 

Um romance hot irresistível, com uma pitada de suspense, repleto de reviravoltas e cenas quentes que levam ao êxtase. Narrado em primeira pessoa pela perspectiva da protagonista, Chris, em formato de diário, dá significado ao título. 

A escrita da Mila é envolvente, direta, sem rodeios e sem apelação, com ótimos diálogos e cenas construídas com perfeição. Os personagens são intensos e peculiares. 

A capa é linda, atraente e diretamente relacionada à trama. A diagramação é interessante e a revisão ótima. 

Dou cinco estrelas, favorito e recomendo para quem é fã da autora e do gênero!


2 comentários:

  1. Só em ler a resenha fiquei sem fôlego imagine quando ler kkk. Acabei de conhecer o livro, muito bom a forma que escreveu, gostei :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Ingrid, tudo bem?
    Li toda sua resenha porque não consegui parar! Achei muito interessante a história do livro e já quero ler.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir