( Resenha ) 1 + 1 A Matemática do Amor de Vinícius Grossos e Augusto Alvarenga @FaroEditorial

Faro Editorial

Clique na capa e compre o livro na Saraiva.

Leia a sinopse AQUI.

Resenha

"Mesmo assim, tudo me lembrava o Bernardo. E cada vez que eu olhava o relógio era uma pontada no peito. Era um minuto a menos que eu passava com ele, um minuto mais perto do dia em que ele iria embora."
Este livro escrito por dois jovens brasileiros traz um pouco sobre a descoberta da sexualidade. O livro conta a história de dois amigos de infância, Bernardo e Lucas. Os dois adolescentes são vizinhos e seus pais são amigos desde antes do nascimento dos protagonistas.

Os dois cresceram juntos, dividindo alegrias e descobertas da vida. Mas tudo muda quando os pais de Bernardo avisam que vão se mudar para Portugal assim que as férias escolares terminarem.
"Qual será o momento chave em que se percebe que sua vida deve mudar? Ah, mais que isso... Qual é o ponto em que você realmente decide arriscar uma mudança que vai impactar a vida de outras pessoas? Será que meus pais não conseguiam pensar em mim? Ou será que eu é que estava sendo egoísta?"
Bernardo fica revoltado com a situação. Ele se sente impotente diante de um acontecimento que mudará totalmente sua vida. Inconformado de toda a sua vida virar de cabeça pra baixo e seus pais não oferecerem uma outra alternativa.

Enquanto isso, Lucas só pensa em transformar essas férias na melhor da vida de ambos. Ele não quer ficar pensando no que será da vida deles depois dessa mudança tão grande. Não quer ficar pensando em como se sentirá solitário, pois Bernardo é um dos únicos meninos que conversa com Lucas, é o único que sabe de todos os seus segredos e com quem compartilhou todas as lembranças felizes e também as tristes.
"Cada passo que dávamos em direção a qualquer lugar era doloroso. Cada segundo que passava era um inimigo invisível [...] Essa vinha sendo a minha sensação constante... A sensação de que eu ia pirar a qualquer segundo, sair chorando ou gritando, implorando ao mundo que não afastasse o Bernardo de mim."

Enquanto os garotos seguem tentando aproveitar os últimos dias das férias juntos, eles percebem que existe um sentimento muito forte entre eles. Sensações diferentes surgem e a proximidade da partida do Bernardo só faz com que eles percebam como um é importante na vida do outro.

Mas como os jovens moram em uma pequena cidade do interior, onde tudo acaba virando assunto de todos, vamos perceber os vários obstáculos que as pessoas tem que enfrentar apenas para descobrir e aceitar seus sentimentos.

Algo muito interessante nesta leitura foi justamente ver da perspectiva de ambos os jovens, como é difícil a própria pessoa enxergar os sentimentos que tem, quando se trata de uma pessoa tão próxima a ela.
"Era um tanto triste pensar que estávamos presos na Terra, sem poder conhecer o paraíso de verdade. E que aqui era apenas um tipo de campo minado dotado de julgamentos. Me recusava a acreditar nisso... E acho que eu estava certo.[...] O Paraíso existia - escondido nas pequenas coisas, disfarçado nos breves momentos."
A história é contada em primeira pessoa, sendo que em cada capítulo temos um dos protagonista narrando o dia e compartilhando pensamentos e sentimentos. Acredito que foi uma excelente ideia do Vinícius e do Augusto fazer esse tipo de construção de história, assim podemos ter a visão de ambos os envolvidos.

Os capítulos não são longos, então não cansam o leitor. Diversas páginas tem desenhos que acredito que sejam o Lucas e o Bernardo. Um livro lindo, desde a capa até as páginas. 

1 + 1 A matemática do Amor é uma leitura gostosa, que nos traz um tema importante que precisa ser discutido em nossa sociedade. Tem como público alvo os jovens e eu certamente apoio a iniciativa dos autores que querem disseminar uma importante mensagem, a fim de que tenhamos uma vida de paz e progresso: O RESPEITO AS DIFERENÇAS.
"Era impressionante a facilidade dos seres humanos de serem malvados e cruéis! [...] Por isso, a cidade grande me parecia melhor. Todos se mostravam menos interessados na vida alheia. Seus entes queridos podiam não morar tão perto de você, mas não ter a sua vida esculhambada na boca dos maledicentes era um preço que eu pagaria sem pestanejar. Sua liberdade lhe pertencia e era você quem abria as portas de sua intimidade, se assim desejasse."



Assista ao Booktrailer







Apresentação do Livro pelos Autores


Um comentário

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por