5 Estrelas,

( Resenha ) O Ano em que Te Conheci de Cecelia Ahern @Novo_Conceito

13 agosto C Romano 4 Comments

Editora Novo Conceito

Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse AQUI.

Resenha




O ano em que te conheci, de Cecelia Ahern, é um livro muito original. A renomada autora de best-sellers propõe uma leitura bem interessante pela forma como apresenta e desenvolve a história de Jasmine Butler.

Foi o amor do meu avô pela jardinagem que inspirou a escolha do meu nome: Jasmine... Eu nasci no inverno, e então o pequeno jasmim, com suas flores pequenas e amarelas como estrelas, estava em abundância no jardim dele para iluminar o inverno sem graça...

Quem narra a história é a própria personagem. Ao longo do livro vamos conhecendo sobre suas frustrações e seus desejos. Jasmine conta sua vida como se escrevesse um diário para Matt Marshall, seu vizinho.
Não sou um stalker, mas é que você também torna muito difícil não ficar à sua espreita. Você é um ato circense completo e não consigo resistir em ser seu público. 

Jasmine tinha uma vida profissional estruturada que ocupava grande parte dos seus dias, mas foi demitida por Larry, o seu sócio da empresa. Agora a jovem está de licença remunerada por um ano, uma garantia de que não compartilhará informações com outros.

Matt Marshall também está de licença, mas por má conduta. Ele apresenta um programa de rádio que debate temas diversos abrindo espaços para todos os ouvintes, inclusive os maldosos e preconceituosos. 

Você é tudo que eu não gosto nas pessoas. Seus pontos de vista, suas opiniões, suas discussões que não fazem nada para consertar o problema que você finge querer consertar e na verdade só provocam ataques raivosos e comportamentos de gente baixa.

Enquanto Matt passa seus dias bêbado, Jasmine visita as amigas que tiveram bebês, as que se separaram e vivem novos romances.

Agora Jasmine tem tempo para receber o pai e sua irmã Zara, de três anos, e tem tempo para se dedicar ainda mais a sua irmã mais velha, Heather, que tem Síndrome de Down.

Amo minha irmã, amo tudo sobre ela. A única coisa que mudaria nela é o desconforto que ela sente por causa do hipertireoidismo, que ás vezes se manifesta como fadiga, letargia e irritabilidade. Se eu pudesse, ficaria de olho nela sempre, mas ela não deixa. Depois de anos tentando ensiná-la de maneira que ela não poderia entender, o que finalmente aprendi com minha irmã é que Heather sempre foi e sempre será a professora, e eu sua aluna.
Jasmine tem tempo para lembrar da mãe...

Ela morreu de câncer de mama aos quarenta e quatro anos. Jovem demais para morrer. Eu tinha dezenove anos. Jovem demais para perder a mãe. É claro que foi mais difícil para ela, ter de deixar esse mundo quando não queria...
Eu amava Heather também, mas sabia que quando minha mãe deixou esse mundo, a única pessoa que ela não queria deixar para trás era Heather.

É nesse período conturbado que as surpresas surgem. Seu pai quer ajudá-la a conseguir um novo emprego, seu complicado primo adotivo está de volta para reencontrá-la, Heather se prepara para viajar com o namorado, Matt é abandonado pela família...E então surge Monday O’Hara.


Monday O’Hara é outro exemplo. Ele apareceu em minha vida, me ofereceu um trabalho e acha que valho a pena. Isso representa algo invisível também. Sempre penso nele, não só porque ele é lindo, mas por causa daquilo que representa.

A história se desenrola enquanto Jasmine decide cuidar do seu jardim, replantar a grama e cuidar das flores que irão florescer. Um ano parece tempo demais para ficar em casa e conviver com tantas novidades, incertezas e medos, mas também é um tempo precioso para rever conceitos, transformar situações e aprender a conviver com todos, inclusive com Matt, afinal eles são os únicos da rua que não estão aposentados e não têm um belo jardim...

Muitas coisas os afastam. Muitas outras os aproximam.

Pela primeira vez desde que me mudei para cá, me sinto culpada pelo que fiz com meu jardim...
Ando para cima e para baixo sobre a grama molhada, meus pés começando a gelar, mas minha mente tinindo com uma nova ideia...
Vou dar um presente à vizinhança. Vou trazer o jardim de volta.

O ano em que te conheci é um livro completo. A todo o momento propõe reflexões da vida cotidiana que por muitas vezes não percebemos a mensagem: a vida se transforma como um belo jardim. Tudo pode acontecer desde que cuidemos dele!

Leia e surpreenda-se com as histórias dos improváveis amigos Jasmine e Matt.


4 comentários:

  1. Olá Cléo!
    A Cecelia sempre arrasa em suas histórias né? Gosto muito do jeito que ela escreve e as reflexões e lições que suas tramas passam para nós.
    Quero muito ler esse livro. Parabéns pela resenha!
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  2. quero ler esse livro, achei ótimas a narrativa

    http://entrevereviver.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cléo!

    Eu sou completamente apaixonado pelos livros da Cecelia Ahern!
    Com certeza irei ler este livro também! :D

    Beijos,
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Tudo bem?
    Que resenha linda. Eu amo q Cecelia Ahern e esse é mais um livro dela que li e fiquei transbordando de amor. Me emocionei muito, chorei demais. Não sei como a nota desse livro no Skoob é tão baixa. Esse é um ótimo exemplo de livro que deve ser lido independente de nota no Skoob. Me arrependeria se não tivesse lido por isso.

    Bjinhos
    Diego, Blog Vida e letras
    www.bkogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir