5 Estrelas,

( Resenha ) As Letras do Amor de Paula Ottoni @Novo_Conceito

18 setembro Ingrid 1 Comments



Editora Novas Páginas

Novo Conceito


Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse AQUI.

Resenha


Bianca Marino tem dezenove anos de idade e mora em BH. Desistiu da Faculdade de Pedagogia, pois não era exatamente o que queria para sua vida. Não aguentava mais ouvir os pais, Antônio e Cristina, discutindo, e aturar os irmãos mais novos, Breno e Matheus, a perturbando. 

Seu namorado, Miguel Nogueira, estava prestes a assumir os negócios da família, com vinte e um anos de idade, no terceiro ano da graduação em Administração. Indo passar seis meses em Roma, na Itália, com o intuito de inaugurar uma loja de móveis artesanais por lá. Seria a chance dele aprender a gerenciar um negócio e provar ao pai, Laerte Nogueira, que era qualificado.


Bianca e Miguel estavam juntos há um ano. Caso decidisse acompanhá-lo, ela teria a oportunidade de conhecer como seria morar juntos. Mari, sua melhor amiga, insistia que seria bom, já que assim descobriria o que fazer da vida. No entanto, a coisa toda do pseudocasamento a assustava. Sentia-se afetada pelo iminente divórcio de seus pais.
“Parece que, de um tempos pra cá, toda vez que um filme romântico acaba, naquele cena habitual do beijo ou do casamento — você sabe, com a música épica, os sinos tocando e a coisa toda —, eu me pergunto: “Tá, e agora?”
A família de Bianca possuía muitos hábitos italianos, já que seu pai cresceu com o avô siciliano, então todos tinham dupla cidadania por causa dele. Ela não entendia de negócios e não estava determinada a se conectar com suas raízes, mas Miguel precisava dela. Sua mãe relutou, contudo, acabou cedendo, enquanto seu pai a apoiou desde o início. 

Eles morariam com, Enzo, o melhor amigo de Miguel, que estudava em Roma e tinha um quarto vago em seu apartamento. A viagem foi longa e cansativa, mas finalmente Bianca conheceu Enzo. Com vinte e dois anos de idade, era atraente, equilibrado, alegre e um pouco tímido. E, o fato de ele nunca ter tido um relacionamento sério, a deixou intrigada. 

“Roma tem sido mágica até agora, então por que não continuar aproveitando essa aura mística da cidade?”
Bianca estava fascinada por Roma e, sobretudo, por morarem no centro dela. Animada com o que aquela viagem reservava para seu futuro. Determinada a se matricular em um curso de italiano e arrumar um emprego temporário, para conseguir dinheiro por seu próprio mérito, ajudando Miguel quando ele precisasse. 
“Fico bastante chocada quando ele começa a tirar a camiseta na sala — enquanto estou no sofá teclando com a minha mãe — e até mesmo as calças. Sei que para homens é normal andar de cueca quando estão num ambiente masculino. Vejo isso como uma prova de que ele me considera “um dos caras”, mas não consigo me impedir de olhar para seu corpo com certa admiração.”
Enzo estava de férias e normalmente tinha algumas tarefas a fazer. Costumava visitar um hospital como voluntário e dar aulas de violão e guitarra. Bianca sentia-se um pouco constrangida perto dele, e de forma precipitada, acabou instigando Mari a se interessar por ele. 
“… é como se a cada dia que o conheço ele se tornasse um pouco mais aberto e natural.”
Com o passar do tempo, Bianca começou a se adaptar a cidade e a língua, conseguiu alguns empregos, mas nada estável. Miguel passou a ficar muito ocupado, ausente e cansado, fazendo com que ela acabasse se aproximando mais de Enzo. Então, os dois acabaram criando um vínculo, confundindo seus sentimentos e provocando um conflito emocional. 
“Seus lábios estão sorrindo. Não sei por que, mais algo em meu modo de agir e falar sempre o faz mostrar esse sorriso.”
Estava ansiosa para ler este livro desde que foi lançado e me encantei do início ao fim. Ficando curiosa para assistir ao filme Amor em Dois Tons citado algumas vezes no início. 

Um romance intenso, profundo e cativante. Cheio de incertezas e sentimentos conflitantes. Narrado em primeira pessoa, pela perspectiva da protagonista, Bianca. Transportou-me para dentro da trama, envolvendo-me em cada momento, como se eu fizesse parte da história. Uma leitura rápida e deliciosa. 

A escrita da autora é leve e delicada. Os personagens são inesquecíveis, cada um com seu toque especial. 

A capa é linda e criativa. A diagramação é simples, mas contém uma Playlist para cada capítulo que se encaixa perfeitamente. A revisão é ótima. 

Dou cinco estrelas, favorito e recomendo!!!


Um comentário:

  1. Pela resenha é muito parecido com Rock Star da SC Stephns, já leu? É muito parecido mesmo?

    ResponderExcluir