5 Estrelas,

( Resenha ) Jantar Secreto de Raphael Montes @cialetras

22 fevereiro C Romano 4 Comments



Companhia das Letras

Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse AQUI.

Resenha



O livro, um suspense de tirar o fôlego e narrado em primeira pessoa por Dante, o personagem principal, conta a história de quatro amigos que saem de uma pequena cidade do interior em busca de um futuro melhor no Rio de Janeiro, após terem passado no vestibular de algumas das melhores Universidades cariocas. 

Tudo começa muito bem, eles vem para a cidade grande, alugam um belo apartamento, e tudo leva a crer que terão uma bela e próspera jornada. No entanto, após alguns anos, esse conto de fadas começa a desmoronar. Hugo, Dante e Miguel já estão formados, mas com os empregos que possuem, e a crise que o país enfrenta, começam a ter dificuldade para manter seus luxos e pagar as contas do dia-a-dia. Além disso, ainda precisam carregar o peso de Leitão, o amigo que por apresentar grandes traumas de infância, desiste de terminar a faculdade e passa o dia no computador ou no sofá.
“Aos dezenove anos é normal querer salvar o mundo, se sentir perdido na vida e ter que contar o dinheiro para pagar uma garrafa de cerveja – tudo isso ao mesmo tempo.”
A trama é muito bem pensada e chega a dar raiva em alguns momentos de tão envolvente que a narrativa é. O leitor acaba fazendo várias reflexões durante a leitura e se colocando no lugar dos personagens, imaginando o que teria feito caso os fatos fossem reais.

O problema dos rapazes começa quando Leitão, aquele folgado do sofá, comete um desvio de dinheiro, e deixa de pagar os alugueis do apartamento por vários meses... a dívida cresce e quando é descoberta só deixa duas opções: pagar imediatamente ou serem despejados.

Leitão logo procura arrumar uma solução para o problema que causou e decide fazer um jantar muito original onde seria servida “Carne de Gaivota”, mais conhecida como carne humana. A ideia foi recusada pelos amigos inicialmente, mas depois que entraram antecipadamente os 30 mil reais na conta, eles acabaram aceitando com a desculpa de que seria apenas uma vez... E você o que faria? Venderia sua alma para pagar suas contas?


A partir dai tudo começa a ficar mais tenso. Como encontrar um corpo, como prepara-lo? Quem eram as pessoas interessadas em participar de um jantar com esse prato especial? 
"Depois do que contei, é claro que você está me julgando. Deve estar aliviado, pensando : 'eu jamais faria o que ele fez, esse cara é um psicopata.' Sou seu termômetro de criminalidade, seu espelho de morbidez, sua bússola de loucura. Mas a verdade é que, se estivesse no meu lugar, você teria feito o mesmo. É fácil condenar alguém, pulverizar a responsabilidade, montar teorias e encontrar culpados. Mas repito : você teria feito igualzinho."
Ao longo do enredo, os jovens se envolvem em vários crimes e acabam demonstrando uma personalidade perversa e assustadora, que nenhum deles poderia prever.

A capa e a diagramação do livro são perfeitas, achei muito legal a parte que traz um texto de conversa no whatsap que inclui imagens e emoticons. O texto é de fácil compreensão, mas em alguns momentos é preciso ter estômago para ler pois, traz cenas muito pesadas. Vale destacar que em vários capítulos o autor coloca trechos de mensagens que o narrador teria lido em um banheiro público e que se relacionam com a história...
Certa vez, num banheiro público, havia um poema:
"Tudo na vida tem
Um começo
Um meio
E um foda-se."
Enfim, o livro é cinco estrelas, um suspense de tirar o fôlego com um final surpreendente e trágico, para aqueles que conseguem sobreviver com um pouco de sangue a mais e acabam ficando com várias pulgas atrás da orelha, após se colocar no lugar do personagem.
Ah, tem mais, será que tudo isso é ficção? Ou seria passível de acontecer hoje em dia?

 

4 comentários:

  1. Ultimamente tenho acompanhado varias resenhas sobre esse livro. Eu gostei bastante da ideia do autor, do canibalismo atual e ainda o motivo disso acontecer pois é bobinho, digamos assim. Achei que bastante criativo da parte do Raphael cria um obra assim

    ResponderExcluir
  2. Oi, Cléo!
    Curto livros de suspense, mas confesso que eu não leria Jantar Secreto, não teria estômago para ler, não gosto de livros com cenas pesadas iguais a essas.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Cléo!
    Já tive oportunidade de ler outros livros do autor e gostei muito, gosto da forma criativa que insere o terror psicológico em suas histórias.
    VEr o tema canibalismo ser abordado é muito interessante, porque a primeira vista, ficamos com asco, porém se pensarmos direitinho... somos carnívoros, pois comemos carne de outros animais e quem garante que no futuro, não seremos canibais também?
    Bom carnaval e moderação, hein?
    “Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar.” (Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir