5 Estrelas,

( Resenha ) Resistência de Affinity Konar @editorarocco

03 maio Denise 5 Comments


Editora Rocco
Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia sinopse AQUI.

Resenha



Resistência, da autora Affinity Konar, é um livro impactante! Conta a história das gêmeas Pearl e Stasha Zamorski na Segunda Guerra Mundial.

As meninas, gêmeas idênticas, são separadas da família e trazidas para um campo de concentração em Auschwitz. Passam a viver no zoológico particular do médico Josef Mengele (conhecido como Anjo da Morte), que faz experimentos terríveis com os gêmeos judeus.

O livro é narrado pelas protagonistas e em vários momentos percebermos as mudanças físicas e psicológicas causadas pelas privações e dores que vivenciam no abrigo.

“Pearl
3 de setembro de 1944
Na nossa vida anterior, eu me acostumava a falar por nós duas. Eu era a extrovertida, a que tinha métodos comprovados para escapar de encrencas e negociar trocas com os colegas e pessoas com autoridade. Esse papel combinava comigo. Eu era amiga de todo mundo e representava bem nós duas.
Logo descobrimos que Stacha era mais capaz de socialização no nosso novo mundo. Tinha adquirido um destemor. Exibia bem os dentes quando sorria e tinha um jeito de andar com insolência infantil, feito vaqueiro de cinema, ou herói de revistas em quadrinhos.“
“Stacha
Depois que o Tio feriu meu ouvido, tudo que eu ouvia tinha eco. Isso era bom quando alguém falava alguma coisa agradável. E era terrível quando alguém rosnava uma ordem maldosa...
-- Você teve o sonho também? – perguntei para Pearl uma manhã, depois de um episódio de vingança especialmente gratificante.
Admito que estava testando, queria ver como estávamos sintonizadas aquele dia...
--Como foi? – desafiei.
Sabendo que seu rosto revelaria a mentira Pearl virou de costas e ficou frente para os tijolos da parede.
-- Família -- ela disse. -- O que mais seria?
Senti uma culpa enorme de não ter sonhado com minha família... Nenhuma visão de papai ou mamãe, nem mesmo um fiapo de lembrança de Zayde. Por isso entrei na mentira dela.“
Pearl e Stacha eram como uma única pessoa. As meninas de personalidades diferentes se completavam. Sem a presença da família e conscientes do que acontece no zoológico e com os seus novos amigos, a necessidade do laço afetivo reforça ainda mais o amor e o sentimento de proteção entre elas. Elas criam um mundo particular, onde só as boas lembranças ajudam a vencer os dias da guerra.

Stacha encontrou uma maneira de negar a dor: o líquido introduzido no seu corpo a transformaria em imortal assim como nada de mal aconteceria com Pearl. Mas a guerra não é lugar de sonhos. É lugar de tristes realidades. E Pearl desaparece de repente!

“Stacha
.... mas aquele pedaço de terra não podia ser dominado. Alguns afirmavam que poderíamos vencê-la se entendêssemos sua perversidade. Por completo. Mas sempre que começavamos a entender o mal, o próprio mal aumentava. Outros acreditavam que a esperança ia vencer. Mas sempre que surgiam esperanças, vinham juntos outras torturas. Era nisso que eu acreditava. Auschwitz ia acabar quando Pearl voltasse. Eu não sabia para onde ela tinha ida. Só sabia que ela não estava comigo.“
Tanto sofrimento e a morte como presença constante acompanham a história das duas até o fim da guerra, quando Stacha terá a oportunidade de reconstruir a vida numa Polônia devastada. Será que Stacha reencontrará Pearl? Será que no novo mundo que se apresenta triste e escuro ainda existe a beleza da esperança?

A Segunda Guerra mundial é sempre uma parte muito triste da história da humanidade. A autora conseguiu através das doces Pearl e Stacha desenvolver de maneira poética este tema tão difícil. 

Resistência é um livro baseado em fatos históricos e com certeza, promoverá ao leitor momentos de muita reflexão e indignação. Quem tem o poder de decidir pela vida ou morte dos outros?

Não há como não se encantar e se emocionar! Prepare-se para os sentimentos que irão aflorar. Excelente livro.

Recomendo!


Para saber mais sobre algumas das atrocidades cometidas por Josef Megele confira a postagem da revista Mundo Estranho.

5 comentários:

  1. Denise!
    Deve ser uma leitura intensa e bem triste, poder acompanhar todo sofrimento das gêmeas durante o Holocausto, período mais sangrento de toda história.
    E esses experimentos feitos pelo Mengele eram bem crueis...
    “A juventude é a época de se estudar a sabedoria; a velhice é a época de a praticar.” (Jean-Jacques Rousseau)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP COMENTARISTA MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  2. Eu já vi esse livro em vários blogs e creio que, além da história parecer super pesada e necessária, o que mais chama atenção é ESSA CAPONA DA PORRA <3 sério, dá vontade de comprar o livro e, mesmo se eu não gostar, deixar essa capa na parede como se fosse um quadro. Tá bom exagerei, haha. Eu não sei se to num momento pra livros tristes, porque já tô na bad por mim mesmo, mas espero ter a oportunidade de ler futuramente. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Parece ser um livro bem intenso, não sei se é o momento certo para eu ler, mas talvez em breve pois sempre é bom ler um livro assim e que nos faça refletir.

    ResponderExcluir
  4. O fato da estória se passar na segunda guerra mundial já havia me cativado a leitura, após ler sua resenha e perceber o quanto está leitura e instigante, e reflexiva, fiquei ainda mais interessada. Enfim, imagino o sofrimento que as irmãs tenham passadas, principalmente ser tratadas como verdeiras animais. Tenho o exemplar desse livro, e pretendo logo lê-lo.

    ResponderExcluir
  5. Gostei de conhecer um pouco mais sobre esse livro. Mesmo sendo um leitura bem intensa, pois o tema da Segunda Guerra Mundial sempre é bem doloroso.
    Beijoss

    ResponderExcluir