5 Estrelas,

( Resenha ) A Identidade Secreta dos Super-Heróis de Brian J. Roob @editoravalentina

10 junho Clã dos Livros 1 Comments

Editora Valentina 
Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse AQUI.

Resenha


Para os fãs de super-heróis este livro é um verdadeiro tesouro. Um livro curinga (olha o trocadilho) que pode ser uma ótima escolha para presentear, sem grandes riscos de desagradar.

Brian J. Roob fez uma pesquisa profunda e muito interessante e nos revela em 15 capítulos, como os heróis surgiram, se popularizaram e foram se caracterizando ao longo do tempo. 
Das origens secretas em mitos e lendas, bem como nas aventuras dos heróis da pulp fiction do século XIX, os primeiros super-heróis dos quadrinhos, Super-Homem e Batman, deram origem a um gênero triunfante.
As vésperas da 2ª Guerra Mundial (1930), surgem os primeiros super-heróis dos quadrinhos: Super-Homem e Batman. Eles abriram as portas para outros heróis que viriam depois. 
Ao lado de mitos e lendas, personagens do folclore ajudaram a dar forma aos arquétipos do super-herói. 

A chegada da guerra acabou gerando mudanças nos enredos das histórias e abrindo a possibilidade da criação de outros heróis como o Capitão-América. Os vilões eram evidentes, países inimigos. 
Afinal de contas, o governo tinha transformado oficialmente os japoneses em bodes expiatórios; portanto, não seria errado as revistas em quadrinhos fazerem a mesma coisa - era seu dever patriótico. 
Com o fim da guerra e a impossibilidade de continuar combatendo os países "maus", os quadrinhos passaram por uma crise de vendas e mudaram novamente seus enredos. Então os super-heróis iniciaram um combate interno, não tanto contra criminosos urbanos, o que gerou um outro problema gigante com nome e sobrenome: Frederic Wertham. 

Ele era um psicólogo (farsante que manipulou e inventou provas) que movimentou a sociedade da época, afirmando que os quadrinhos eram uma péssima influência para os jovens, o que obrigou a criação de uma agência reguladora (CCA) e a mudança de várias características dos enredos e dos personagens. Algumas realmente lamentáveis, como por exemplo, a mudança da Mulher-Maravilha.

(...) abrandou a Mulher-Maravilha, de maneira que ela se tornou menos feminista e assumiu o papel tradicional de correr atrás de um homem, o piloto Steve Trevor (...)
Wertham foi o super-vilão do mundo real que os super-heróis dos quadrinhos não eram capazes de derrotar.

Porém o tempo passou e entre altos e baixos, os super-heróis foram se reinventando com novos autores, ilustradores, menos proibições loucas e um publico renovado a cada período de tempo. 


Hoje explodem as bilheterias dos filmes de super-heróis e as vendas de HQ´s e até mesmo livros, com as histórias de super-heróis. 

O livro contém muitas curiosidades e informações ricas, muitos super-heróis que deram certo e alguns que não deram e todas elas vão agradar quem é fã e também aqueles que apenas curtem os filmes. 

A capa é linda, a diagramação ótima e as páginas que abrem os capítulos ilustradas.

Eu adorei e recomendo!


Confira o Booktrailer


Um comentário:

  1. Marissa!
    Como boa fã dos super-heróis, estou bem curiosa por conhecer as origens deles.
    Deve ser um livro enriquecedor e ainda para quem é colecionador como eu, quero na minha estante.
    Desejo uma ótima semana!
    “Onde há estudo - há sabedoria.” (Textos Judaicos)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir