5 Estrelas,

( Resenha ) O Inquisidor de Catherine Jinks @editoracontexto

10 junho Ingrid 1 Comments

Editora Contexto
Leia a sinopse AQUI.

Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Resenha


Quando o padre Bernard de Landorra conheceu o padre Augustin Duese, pensou que aquele homem vivia à sombra da morte, pois sua aparência era pálida e debilitada. Chegou a sentir que a morte o rondava, fazendo com que ficasse doente com frequência. Sendo que somente os ouvidos estavam em bom estado. 


“Acredito que seu talento como inquisidor provinha da habilidade de detectar falsidade na voz dos inquiridos.”
O padre Bernard foi criado em Carcassonne e seu pai havia sido notário público e cônsul lá. Ele não tinha nenhuma ideia se ainda havia parentes seus em Prouille, pois nunca tinha visitado o lugar. 

Ordenado aos 19 anos de idade, padre Bernard fez três anos de Filosofia em Carcassonne, ensino de Filosofia em Carcassonne e Lazet, cinco anos de Teologia no Studium Generale de Montpellier. Ele foi nomeado como pregador geral, definidor em várias corporações provinciais, mestre de estudantes em Beziers, Lazet, Toulouse e de volta a Lazet como subalterno de padre Augustin.

“Pela ira do diabo a terra escurece, e as pessoas serão o combustível da fogueira. Com certeza sou covarde, mas ir atrás de almas que partiram sempre me pareceu excessivo. Não estarão os mortos no reino de Deus — ou do diabo?”
Padre Augustin estava revendo antigos registros e com isso desenterrando os mortos, porém, os habitantes não viram suas ações com bons olhos. Então, depois do brutal assassinato de padre Augustin, o padre Bernard foi encarregado de investigar o ocorrido. Entretanto, acabou envolvendo-se com as pessoas erradas e passou a ser visto como um traidor, perseguido como herege. 
“Embora eu honrasse e respeitasse padre Augustin, não teria sido capaz de fazer uma coisa dessas.”
Um romance histórico de ficção inglesa, admirável e surpreendente, que fala sobre amor, crime, traição e fanatismo, contextualizando um dos períodos mais instigantes da história. Tratando os aspectos da Inquisição, que foi criada na Idade Média e era dirigida pela Igreja Católica Romana. 

Narrado em primeira pessoa por padre Bernard, um subalterno, traz certo suspense a história. Um livro diferente de todos do gênero que já li. 

Reformed Vampire – Grupo de Apoio ao Vampiro de Catherine Jinks me decepcionou um pouco, no entanto, em O Inquisidor, a escrita da autora está mais fluída e atrativa. Os personagens são profundos e muito realistas, prendendo o leitor até o fim, sem deixar maçante. 

A capa é ótima. A diagramação contém elementos marcantes ligados ao conteúdo. A revisão é exemplar.

Dou cinco estrelas e recomendo!!!

Um comentário:

  1. Ingrid!
    Um romance histórico que traz a inquisição como tema principal, mesmo sendo uma ficção, é sempre interessante de ler para ppodermos entender melhor tudo que acontecia nos 'bastidores' da igreja naquela época e como a hipocrisia e a maldade estava mais presente do que podemos imaginar.
    Desejo uma ótima semana!
    “Onde há estudo - há sabedoria.” (Textos Judaicos)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir