( Resenha ) 11 Noites com Você - Livro 2 da Série Viajando com Rockstars de Aline Sant´ana @EditoraCharme

Editora Charme
Leia a sinopse AQUI.

Resenha

11 Noites com Você é o segundo volume da Série Viajando com Rockstars e tem como foco principal, Zane. Um romance erótico quente, intenso e arrebatador, que me prendeu desde a primeira página e deixou com aquele delicioso gostinho de quero mais!
“Prazer: essa palavra era a única coisa com a qual eu podia lidar. A sensação de beijos por todos os cantos, as línguas ávidas buscando acariciar, o som do meu nome em vozes femininas, todas elas me atiçando a dar tudo o que ansiavam era demais para o meu próprio bem, porra.”
Quando se tratava de Zane D´Auvray, o guitarrista canalha da banda The M´s, sexo era sempre automático e egoísta. As únicas coisas que ele mais prezava na vida, além de sua família, era a amizade de Yan e Carter, mas decepcioná-los estava se tornando frequente, principalmente porque tentava ao máximo se manter afastado de toda a zona amorosa na qual eles se meteram. 

Alguns meses atrás, durante uma reunião da banda, na qual Zane não foi porque estava ocupado demais sendo um idiota, uma ideia foi colocada em pauta e ela consistia em contratarem uma empresária muito competente que vinha se destacando no ramo da música. Zane acreditava que um ser do sexo oposto no meio da The M´s não daria certo. 

Eles tinham pouco tempo para começar a turnê pela Europa e, além de escolher a dedo o empresário que lidaria com todas as mudanças necessárias, precisavam estar cientes de que essa pessoa viajaria junto com eles e coordenaria shows em cinco cidades durante onze noites. No entanto, Kizzie Hastings, tinha vinte e oito anos de idade e era realmente muito boa no que fazia, sem dúvidas colocaria em ordem tudo o que estava faltando. Apesar da relutância de Zane, os outros já haviam tomado uma decisão e ele não podia fazer nada com relação a isso. 

“— Eu gostaria de saber se podemos começar sem o...
No instante em que eu ia dizer seu nome, a porta se abriu, fazendo-me estagnar no lugar. 
Zane D´Auvray, em toda a sua glória, surgiu como o rockstar que era. Carregando uma loira e uma morena em cada braço, vestindo uma camiseta gola V branca, que destacava o bronzeado da pele, calças jeans justas e óculos espelhados no maior estilo retrô, ele parecia uma divindade ou um símbolo sexual, era só escolher o melhor objetivo.”
Zane logo estava se divertindo com a ousadia de Kizzie e sentia-se um pouco surpreso pelo fato de ela não ter demonstrado qualquer fraqueza perto dele. As mulheres costumavam secá-lo com os olhos e gritavam quando se aproximava. Diante disso, queria saber o que tinha que não a atraía. 

Tudo o que Kizzie precisava, era que Zane parasse de envergonhar a banda em público. Ele tinha que parar de uma vez por todas de se meter em escândalos, porque a mídia registrava cada um deles. Zane devia andar em linha reta por um tempo ou seus atos impensados poderiam afundar ainda mais a banda e manchar a imagem dos caras que não fazia nada de errado. Então, mesmo odiando admitir, sabia que ela estava certa. 

Kizzie era muito especial, seu lado malvado e seu comportamento movido a ódio perto de Zane, eram deliciosos desafios. Ele se sentia fortemente inclinado a conquistá-la. Ela aparentemente ainda não o queria, portanto, estava disposto a usar todas as suas armas para tê-la, porque os pensamentos de beijá-la estavam cada vez mais presentes. 

“— Você sente falta? De ter alguém?
Sua proximidade, seu perfume misturado a chocolate, morango e cidra, o vapor quente da sua boca quase tocando a minha pele...
Eu estava tentada a deixar que ele continuasse. 
— Não — menti, minha voz um sussurro imperceptível. — E você?
— Porra, ultimamente não tenho compreendido muito a mim mesmo — confessou. — Acho que tem alguma coisa errada acontecendo nessas últimas vinte e quatro horas. 
— O que aconteceu de diferente, Zane?
Ele soltou uma risada rouca, curta e baixa.
— Estou tentando descobrir.” 
Narrado em primeira pessoa intercala entre os pontos de vista dos protagonistas, Zane e Kizzie, que são incríveis. Sendo a escrita da autora envolvente, detalhista na medida certa e muito fluída. Quando me dei conta já havia devorado às 397 páginas. 

A capa é linda, representa perfeitamente a história. A diagramação é sensacional e a revisão ótima. 

Dou cinco estrelas e recomendo!!!


Confira as resenhas dos livros anteriores




Nenhum comentário

Postar um comentário

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por