( Resenha ) Crash - Livro 1 da Trilogia homônima de Nicole Willians @PlanetaLivrosBR

Planeta de Livros
Selo Essência

Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse AQUI.

Resenha

Crash nos traz uma história de amor que rompe barreiras, que poderiam parecer intransponíveis. Dois jovens totalmente opostos em um romance improvável, mas que carregam uma paixão impossível de ignorar. 

Este é o primeiro livro de uma trilogia que conta a história do casal Lucy e Jude.

Lucy sonha em ser uma bailarina profissional. Ela aprendeu a dançar quase antes de andar. Sua família sofreu uma grande perda e isso os abalou demais. A união e o amor partiram e Lucy ficou morando com pais desestabilizados. Ela é uma menina doce que se dedica a ajudar sempre que pode. 

Jude é um cara sem sonhos. Ele não tem grandes esperanças a respeito de seu futuro. Órfão e com uma ficha criminal bem grande, ele sabe que não é uma boa companhia para uma boa garota como Lucy. Mas pela primeira vez, não consegue se afastar.

Os dois estão no final do ensino médio e estudam na mesma escola, então vemos muito da vida cotidiana dos jovens. Escola, bailes, festas, praia, futebol americano.

Ele acaba cercando-a para protegê-la e para deixar claro que ela está com ele, mesmo que no princípio pareça apenas amizade. Ela sofre um bocado, pois além das descobertas sobre o passado de Jude e algumas besteiras que ele faz, os outros jovens a tratam mal por ela estar com ele. Porém Lucy é mais forte do que parece e depois de algumas idas e vindas, se mantém ali, ao lado do jovem que ela passa a conhecer cada dia mais. 
- Somos amigos - afirmei, porque não havia outro nome para nós. A gente se beijava de um jeito que devia ser ilegal em todos os estados, estávamos juntos em todos os momentos livres da escola, ele cuidava de mim, eu cuidava dele (...)
Mesmo com todos contra, os dois acabam vencendo várias batalhas e ficando juntos. Porém uma revelação final, pode destruir todo o esforço que Jude e Lucy fizeram para manterem-se juntos. 
O único jeito de saber se era capaz de lidar com Jude e tudo o que vinha com ele, seu passado, sua aparente incapacidade de falar sobre qualquer coisa pessoal e seu futuro  incerto, era viver um dia de cada vez. A única maneira de saber se Jude Ryder ia partir meu coração era abri-lo para ele. 
Esse é um romance muito gostoso, com uma história clichê de um amor impossível entre um bad boy e uma bailarina certinha. Mas não é só isso, a carga dramática com problemas reais é grande, o que deixa o livro ainda mais interessante. Adorei caminhar junto com os protagonistas pelos problemas que iam aparecendo e também me envolvi com a atração entre eles e a bondade que via em cada um. 
Chuva. Jude. Eu. Beijo.

Jude tem muita dificuldade em  controlar a raiva, e isso junto com seus problemas familiares, acaba colocando-o em encrencas. Mas ele parece aceitar tudo como se fosse seu destino. Porém Lucy veio e trouxe uma nova luz para vida do rapaz. 

Os dois juntos são lindos e tem uma química delícia. Os demais personagens são importantes, porém parecem fazer coro pela separação do casal. O livro tem uma capa linda, retratando Lucy em sua sapatilhas de balé. A diagramação é bonita e bem confortável. Crash é todo narrado em primeira pessoa por Lucy. 

Cenas tensas de violência, um bocado de tensão sexual, romance, diálogos engraçados trocados pelos protagonistas e também muitas brigas e discussões em um enredo com uma boa carga dramática. 
Reputação não tem  a ver com quem realmente somos, mas com quem as pessoas dizem que somos. Há quem caia nessa armadilha, mas também quem lute a vida inteira para escapar dela.
Adorei e recomendo! 

Nenhum comentário

Postar um comentário

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por