( Resenha ) Veronika decide morrer de Paulo Coelho @EditoraParalela

Editora Paralela
Clique na Capa e compre o livro na Saraiva

Confira a sinopse Aqui

Resenha
"Veronika deixou as quatro caixas na sua mesa de cabeceira durante uma semana, namorando a morte que se aproximava, e despedindo-se - sem qualquer sentimentalismo - daquilo que chamavam Vida."

Neste livro do Paulo Coelho temos como personagem principal Veronika, uma jovem que uma determinada noite resolve finalmente acabar com sua própria vida.

A motivação? Saber que depois da juventude,  sua vida seria sempre igual, uma rotina até o fim de seus dias. Além do sentimento de inutilidade ao saber que a sociedade está cada vez pior e ela não poderia fazer nada para mudar a situação.

Então em uma noite decide finalmente acabar de vez com tudo. Quando fecha os olhos acredita que conseguiu seu objetivo, mas acaba acordando amarrada em uma maca. O fato é que a encontraram antes de finalmente morrer e conseguiram salvar a garota. Como tentou o suicídio, Veronika foi enviada a um asilo psiquiátrico chamado Villete.
"Villete, o lugar de onde ninguém jamais havia fugido. Que misturava os verdadeiros loucos - enviados ali pela Justiça, ou por outros hospitais - com aqueles que eram acusados de loucura, ou fingiam insanidade."
Quando se recupera e consegue conversar com o médico que está fazendo seu tratamento, a jovem recebe uma notícia que fará com que repense tudo o que já havia planejado. Veronika tem um problema no coração e sua expectativa de vida é de no máximo uma semana.

Mas se a pessoa cometeu suicídio esta notícia não deveria bagunçar com a sua mente, não é mesmo? Entretanto de maneira brilhante, o autor traz a história de reflexão que este fato trouxe não só para Veronika, mas também para outros internos do asilo.
"A consciência da morte nos anima a viver mais." 
Assim conhecemos a história e um pouco sobre a doença de alguns internos. Zedka internada com depressão, Mari internada com Síndrome do Pânico e Eduard internado com esquizofrenia.

Um livro com bastante conteúdo e vários pontos para reflexão. Um livro de ficção com bastante realidade, pois o autor escreveu a história baseada em suas próprias experiências. No final do livro, Paulo Coelho compartilha um pouco sobre as 03 internações em asilos psiquiátricos que teve.
"Nesse mesmo programa, uma pesquisa revelava que parte significativa da população humana sofre de síndrome do pânico, embora quase todos os afetados procurassem esconder os sintomas, com medo de serem considerados loucos."
Um livro com assunto super importante e que foi passado de maneira fácil e leve.
Doenças Psicológicas nem sempre são tratadas com a importância que deveriam. Ainda temos pessoas que acreditam que algumas dessas doenças não passam de "frescura"  e que poderiam ser resolvidas com força de vontade apenas.

O suicídio também é um assunto sério. Caso esteja sentindo-se sozinho ou com aquele vazio de que nada dá certo ou se passar pela sua cabeça que viver não tem mais sentido, peça ajuda. Converse com alguém de confiança (pai, mãe ou amigo próximo) caso não sinta-se confortável de falar com alguém conhecido pode entrar com contato com a ONG CVV (Centro de Valorização da Vida) onde sempre terá alguém para conversar com você e ajudar a sair desse momento. E não deixe de procurar ajuda profissional, o psicólogo tem formação para ajudar com problemas que envolvem a mente, então não se preocupe nunca com o que outros dizerão e sim com o seu bem estar.
"Se algum dia pudesse sair daqui, iria permitir-me ser louca, porque todo mundo é; e piores aqueles que não sabem que são, porque ficam repetindo apenas o que os outros mandam."
"Todos nós, de um jeito ou de outro, somos loucos."

Nenhum comentário

Postar um comentário

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por