( Resenha ) Sedução da Seda - Livro 1 da Série As Modistas de Loretta Chase @editoraarqueiro #EuLeioArqueiro

Editora Arqueiro
Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse AQUI.

Resenha

Sedução da Seda é o primeiro livro da Série As Modistas de Loretta Chase. A série tem como protagonistas 3 modistas (e também uma de suas clientes londrinas) que vieram da França e montaram um ateliê em Londres. 

As 3 modistas são irmãs, belas, inteligentes e muito talentosas. Apesar de nenhuma delas ter a pretensão de conseguir casamentos com a alta sociedade, é exatamente isso o que conseguem. 

A autora já é famosa pela qualidade narrativa, nos envolvendo em seus enredos românticos, interessantes, sensuais e com diálogos engraçados. Este livro confirma sua boa fama e as maravilhas das quais Loretta Chase é capaz.

Eu fiz o caminho contrário ao ler esta série. Comecei pelo segundo livro, depois parti para o terceiro, agora li o primeiro e claro, estou super ansiosa para ler o quarto e último livro. Mesmo tendo descoberto algumas coisas que aconteceram no primeiro livro, ao ler os outros, a leitura fora de ordem não atrapalhou. Considero até o momento, Sedução da Seda como o meu favorito da série. 

Aqui vemos Marcelline, a mais velha das irmãs Noirot, em busca da melhor cliente e maior propaganda que elas poderiam ter. Elas estão começando a Maison Noirot, com pouca clientela, mas muita originalidade e extrema qualidade. Porém para que a alta sociedade volte seus olhares para o ateliê, precisam de uma importante cliente, e quem melhor do que Lady Clara, a futura Duquesa de Clevedon?
- Precisamos atraí-la depressa ou a chance será perdida para sempre - disse Sophia. - Se a Trapos pegar a encomenda do vestido de noiva da duquesa de Clevedon, pegará todo o resto também.
- Não se eu chegar primeiro - declarou Marcelline.
Marcelline só vê uma maneira de conseguir atrair Lady Clara: convencer o duque de Clevedon de que sua duquesa precisa das belas roupas produzidas por ela e suas irmãs. Ela embarca para a França para esbarrar com ele nos eventos sociais e convencê-lo, porém o encontro dos dois sai faíscas. 
O coração dele batia erraticamente. 
De ansiedade, de que mais? E por que não? Ela era, sem dúvida, diferente de qualquer mulher que conhecia.
Clevedon é um duque forte, poderoso e muito rico. Ele está mais do que acostumado a ter tudo o que quer e a modista é uma mulher muito sedutora e irresistível. Apesar de deixar claro, através de palavras, que só deseja que ele convença a jovem Lady Clara a virar cliente da Maison Noirot, Clevedon percebe que Marcelline também está envolvida e interessada nele e não consegue parar de pensar nela. 
Tudo o que Marcelline queria era vestir a futura esposa do duque, mas, de alguma maneira, ela fora arrastada para o jogo errado. 
Só que a mais velha das irmãs Noirot é uma contradição. Em alguns momentos parece se render e em outros é escorregadia, o que dificulta seus planos de tê-la antes de retornar a Londres e pedir a mão de Lady Clara.

Na França e depois na Inglaterra, os dois acabam se encontrando em todos os lugares e é quase impossível esconder a forte atração que sentem um pelo outro.

Clevedon não quer magoar Lady Clara, por quem sente um amor fraternal e Marcelline não quer estragar sua reputação. Como conseguiria clientela, se todos pensassem que ela seduz os "maridos" das clientes?

Vivendo neste impasse, entre o desejo enorme e a obrigação, os dois são desafiados por várias situações inesperadas, novas encomendas, uma criança adorável, traições, intrigas, fofocas e alguns perigos.
Clevedon era forte, pesado e fervoroso. Seu tamanho a excitava. A beleza dele a excitava. O poder e a arrogância dele a excitavam. Esse era o perigo. Ela era fraca nesse sentido, sua força de vontade e sua mente eram vencidas pela devassidão que corria em suas veias.
Amei Sedução da Seda. As personagens são interessantes e bem desenvolvidas. Adorei conhecer melhor Clevedon e Marcelline, já que os via com frequência nos outros livros. Ela é uma mulher muito guerreira e interessante, assim como suas irmãs e tem uma personalidade admirável. Clevedon foi ótimo e mostrou ser muito mais do que um duque mimado e egoísta, o que poderia parecer a princípio. Ele é realmente nobre, tem bom coração, muita paixão e se apaixonou lindamente por sua modista.
Sim, ela o desejava. Queria ser a bela mulher a quem ele amava. Queria ser outra pessoa: uma mulher que tivesse importância para ele, em vez de uma qualquer, destinada a ser usada e descartada. 
A capa é linda, assim como as demais da série, que seguem o mesmo padrão. A diagramação é bonita e agradável. O livro é todo narrado em terceira pessoa. Li bem rápido, com aquela vontade de saber o que aconteceria com os dois. 
- Mas, por esta noite - disse ela -, eu te amo.

Amei e recomendo!


Nenhum comentário

Postar um comentário

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por