5 Estrelas,

( Resenha ) A Corte de Luz - Livro 1 da Série The Glittering Court de Richelle Mead @PlanetaLivrosBR

01 dezembro Ingrid 0 Comments

Editora Planeta

Leia a sinopse AQUI.

Clique na capa e saiba onde comprar o livro



Resenha


A Corte de Luz é o primeiro livro da Série The Glittering Court de Richelle Mead, que conquistou o mundo com Academia de Vampiros e Bloodlines. 

“Jamais planejei roubar a vida de outra pessoa. Na verdade, olhando rapidamente, você não imaginaria que houvesse qualquer coisa de errado com a minha antiga vida. ”

Elizabeth Thorn era uma jovem órfã de 17 anos de idade, que pertencia a uma das famílias mais nobres de Osfrid, e podia rastrear sua linhagem desde os fundadores do país. No entanto, seu título poderia ter sido mais prestigioso se a fortuna de sua família não tivesse evaporado e, para corrigir isso, tudo o que precisava fazer era se casar bem. Todavia, foi deste modo que os problemas dela começaram. 

“Eu precisava de um milagre, e rápido. ”

Então surgiu uma oferta. Havia um jovem com uma fortuna considerável, cuja família era tão prestigiada quanto a de Elizabeth. Tratava-se de um primo chamado, Lionel Belshire, o barão de Ashby, o qual ela desconhecia. Mas o sangue dele era bom. 

O barão fazia muito sucesso com a produção de cevada. Possivelmente, era o homem mais bem-sucedido do país. O casamento deles renderia melhores circunstâncias para Elizabeth e um título melhor para ele. 

Entretanto, tudo o que ela mais repudiava naquele momento de sua vida era enfrentar um casamento arranjado. Elizabeth não conseguia se conformar com aquela situação, sobretudo, porque seus pais nunca exigiriam que o fizesse.

“— Você terá pessoas fazendo escolhas por você durante toda a sua vida. Acostume-se com isso. ”

A vida de Elizabeth estava prestes a mudar, porém, estava certa de que não seria para melhor. Então, tratou a situação como se não fosse real, da mesma forma como lidou com a morte de seus pais. Ela recusava-se a acreditar que haviam partido.

“Não era possível que alguém que você ama tanto, que enchia o seu coração, pudesse não existir mais no mundo. ”

A Corte de Luz era uma oportunidade emocionante para jovens damas, uma oportunidade que transformaria suas vidas. O pai e o tio do misterioso Cedric Thorn fundaram a instituição há dez anos, depois que descobriram como o número de mulheres em Adoria era pequeno. 

Depois de ouvir sobre tudo aquilo, Elizabeth sentiu-se inspirada com a possiblidade de viver uma grande aventura repleta de emoções. Adoria era um mundo novo, muito distante daquele onde era obrigada a se casar com um completo estranho. 

Então agindo de forma impetuosa, Elizabeth trocou de identidade com Adelaide, sua dama de companhia, partindo sem pensar para Adoria. Era a chance de superar os coisas ruins que se aproximavam. 

“Ousei um breve olhar para Cedric, mas não consegui ler sua expressão nem suas intenções. Só poderia torcer para que, talvez, finalmente eu estivesse livre. ”

Elizabeth acabou embarcando em uma aventura inigualável e foi acolhida pela Corte de Luz. A partir dai passou a viver com o mínimo de conforto, enfrentando alguns desafios diários. Todavia, sentia-se bem longe da corte de Osfrid e de suas obrigações de condessa.

Ela chamou a atenção de Cedric, que se sentiu muito atraído. E, deste modo, encontrava-se lutando contra um grande dilema, pois a proximidade entre eles era cada vez maior. Porém, isso poderia implicar em algumas consequências, sobretudo, colocar em risco seu disfarce como Adelaide. 




"A proximidade e o braço de Cedric ao meu redor davam a entender que, no mínimo, estivemos nos acariciando. Compreendendo as implicações, eu realmente corei."

Um romance jovem adulto fantástico, que me prendeu desde a primeira página, surpreendendo pela inovação. Narrado em primeira pessoa pela protagonista, Elizabeth, a condessa de Rothford, envolve ainda mais o leitor e o transporta facilmente para uma trama sensacional. Minhas expectativas são altas com relação aos próximos livros. 

A escrita da autora é sutil, inteligente e ardilosa. Os personagens são incríveis, muito bem descritos e perfeitamente desenvolvidos. 

A capa é maravilhosa, composta por elementos que atraem a atenção e incitam a leitura. A diagramação é ótima e a revisão exemplar. 

Dou cinco estrelas e recomendo!!!

0 comentários: