5 Estrelas,

( Resenha ) Warcross - Livro 1 da Série homônima de Marie Lu @editorarocco

16 abril Ingrid 0 Comments

Editora Rocco

Leia a sinopse AQUI.

Resenha

“Eu busco a falha no padrão, o prego que se destaca.”




Aquele deveria ser o primeiro ano de faculdade para a hacker, Emika Chen. Mas ela não teve exatamente uma adolescência normal. Assim sendo, começou a matar aulas depois que seu pai morreu e largou tudo vários anos atrás. 

A polícia andava tão ocupada com a atividade criminal crescente nas ruas, que não tinha tempo para caçar pequenos infratores por conta própria. Principalmente, porque um desses pequenos infratores era Martin Hamer, procurado por apostar em Warcross, roubar dinheiro e supostamente vender drogas para custear a jogatina. 

Portanto, uma vez por semana, a polícia enviava uma mensagem com a promessa de pagar qualquer um que conseguisse pegar o criminoso em questão. E, era exatamente dessa maneira, que Emika se sustentava, como uma caçadora de recompensas. 


“Meu cabelo da cor do arco-íris escapa de dentro do capuz. Eu tento imaginar essa garota refletida na capa de uma revista.”

Emika costumava passar pela banca de jornal e observar as capas das revistas. Sempre em busca de alguma cobertura sobre a sua pessoa favorita: Hideo Tanaka. 

Ele nasceu em Londres, mas foi criado em Tóquio e aprendeu sozinho a programar com apenas onze anos de idade. Portanto, era nada menos do que o gênio que criou o Warcross, quando tinha apenas treze anos de idade e se tornou bilionário. 


“No intervalo de trinta segundos, minha vitória foi jogada nas mãos de outra pessoa.”


O universo dos caçadores de recompensas estava cada vez mais competitivo e Emika já tinha recebido um aviso de despejo. Logo, sobreviver tornou-se ainda mais difícil. 

Então, como não podia perder mais tempo, decidiu invadir o jogo de Cerimônia de Abertura de Warcross. Aquilo nunca aconteceu, sobretudo, durante um jogo oficial do campeonato. Seria algo inédito.

Caso a pegassem, certamente seria presa e julgada como maior de idade. Violar a lei só acelerou a morte do meu pai e dificultou a vida dela. 

Mas, Emika optou por se arriscar e conseguiu, seu hack funcionou. Entretanto, de alguma forma, capturar o power-up produziu em glitch, uma falha que a jogou dentro do torneio. 


“Toda porta trancada tem uma chave. 
Todo problema tem uma solução.”


Emika provocou um bug no jogo e todos conseguiram vê-la. Logo, ela estava em todos os lugares. As manchetes só falavam do ocorrido.

E, quando menos esperou, o próprio Hideo Tanaka ligou para ela. Desta forma, comunicou que todas as dívidas de Emika estavam pagas e que tinha uma proposta de trabalho irrecusável. 


“E se Hideo se der conta de que cometeu um erro enorme?”

Um livro de ficção científica sensacional, com um toque romântico, que me tirou o fôlego. Narrado em primeira pessoa pela perspectiva da protagonista, Emika, proporciona ao leitor uma visão peculiar dos acontecimentos. 

Nunca tinha lido nenhum livro escrito pela Marie Lu, até Wacross e, sem dúvidas, posso afirmar que é fantástica. Os personagens evoluem muito ao longo da história e tudo se encaixa perfeitamente. Ansiosa para ler o próximo livro. 

A capa é incrível. A diagramação é ótima e a revisão exemplar. 

Dou cinco estrelas e recomendo para quem é fã do gênero! 

0 comentários: