5 Estrelas,

( Resenha ) Enterre seus Mortos de Ana Paula Maia @cialetras

01 junho Bianca Gonçalves 0 Comments

Companhia das Letras

Resenha

Enterre seus Mortos é um livro chocante e perfeitamente elaborado. Ana Paula Maia traz uma ficção que remonta levemente a uma pequena realidade do nosso país.

Edgar e Tomás tem profissões sinistras, porém necessárias: trabalham removendo animais mortos das estradas. Os corpos desses animais são levados para um deposito, onde são triturados numa máquina. Uma profissão triste, que se faz necessária para prevenir acidentes.

No local ondem moram, a incidência de acidentes automobilísticos é imensa. Edgar e Tomás já estão habituados a não encontrarem apenas o corpo de um animal a beira da estrada, mas também tragédias horrendas envolvendo humanos.

"Sangue por sangue. Toda cruz é feita de carne e sangue."
Aliás, nesta localidade a escassez de recursos talvez contribua para o aumento da mortalidade em geral. Viaturas de polícia, ambulâncias e socorro estão reduzidos. A remoção de animais mortos chega antes mesmo que qualquer outro tipo de socorro destinado aos humanos. E por isso, Edgar já havia presenciado chamados de todos os tipos. E ambos os protagonistas desse enredo, aprenderam a agir com frieza para se manterem em seus postos.

Até que um dia, Edgar se depara com um corpo de uma mulher enforcada numa mata. Sinais de fuligem evidenciavam um homicídio. Ao entrar em contato com a polícia, tem a informação que uma viatura só poderia chegar ao local no outro dia. Porém, os abutres não deixariam o corpo intacto. Alias, eles não deixariam sequer vestígio do corpo. E assim, com o auxílio de Tomás, Edgar leva o corpo da mulher até o depósito e o armazena no freezer.

Resultado de imagem para gifs abutres

A situação foge do controle quando mais um corpo é descoberto por Edgar. E nossa dupla começa a constatar os horrores de uma comunidade que não tem suporte para administrar seus próprios mortos.

"Estamos falidos. Não damos conta nem dos mortos."
A obra chama a atenção para muitos fatores. O primeiro é a narrativa envolvente da autora.

Na primeira página, mesmo sem saber com que tipo de situação iríamos lidar, já ficamos absolutamente presos.

Os personagens são muito bem construídos e essa construção instiga ainda mais o leitor como um todo. Como Tomás, por exemplo. Ele é um padre que foi excomungado, e nos perguntamos a todo momento o que aconteceu.

Enterre seus Mortos tem um toque de faroeste e distopia; e o horror se faz muito presente.


A descrição feita pela autora é discreta, porém palpável. As cenas onde o horror estão mais presentes, não são repugnantes pela presença exagerada de detalhes. Muito pelo contrário, a autora soube mexer com o íntimo do leitor, incitando a todo momento a reflexão no que diz respeito à morte.

"Se você encontra um morto você também se torna responsável por ele."
E ao final, nos perguntamos: o quanto vivemos em função da morte?

A narrativa é em terceira pessoa. Edição linda, com fonte confortável para leitura. É um livro curto, porém complexo e envolvente. Vale a pena conferir, com toda certeza.

Recomendo e ficarei de olho nos próximos trabalhos da autora.

0 comentários: