4 Estrelas,

( Resenha ) Bruto e Apaixonado - Livro 1 da Série Irmãos Lancaster de Janice Diniz @harlequinbrasil

03 setembro Ingrid 0 Comments


Harlequin Books Brasil

Leia a sinopse AQUI.

Resenha




“Não tinha paciência para homens. Eventualmente os usava para fins de recreação. Apegava-se ao corpo, dispensava todo o restante, o que sobrava, que não era muito.”


Natália Esteves escolhia a dedo os menos inconvenientes, os inacessíveis emocionalmente, jovens metrossexuais, com um perfil de fácil descarte. Ou seja, nada de homem carente grudado no salto do seu sapato italiano.

Apenas um homem conseguia tirá-la dos eixos e isso desde a sua infância. Ele era o seu mentor e o seu maior carrasco. Apontava os seus defeitos, ressaltava-os como uma espécie de doutrina de aprendizagem. Seu pai, Andreas Esteves, era adepto da educação pautada na acusação e na falha.

Natália era perfeita na arte de nunca acertar. Por mais que se esforçasse, jamais correspondia à expectativa paterna. A faculdade de Administração, o currículo recheado de cursos, as viagens de especialização, a carreira na empresa da família e até mesmo o estilo sóbrio de se vestir, não era o suficiente.

Aos vinte e oito anos, era solteira, dona de suas pegadas. Todavia, se sentia como uma garotinha insegura e sentimental vivendo à sombra do pai. Porque, no fim das contas, quando era criança, quando a mãe dormia com vários homens aleatórios, Natália juntava as migalhas afetivas de um homem que nasceu apenas para ser o CEO e, acidentalmente, se tornou pai de alguém.



“Sentia-se sem vida, perdida na falta de sentido.”

De uma hora para a outra, Natália acabou sendo designada para uma filial de uma cidadezinha localizada no interior do Mato Grosso, pois, a TWA uma empresa que pertencia ao seu pai havia adquirido recentemente uma fábrica de parafusos naquele lugar. Desta forma, teriam que reestruturá-la.

Logo, ela precisou viajar para Santo Cristo e enfrentar caubóis ligados à terra e a valores mais tradicionais, recebendo um choque cultural. Onde deveria colocar em prática uma série de demissões sem compreender o verdadeiro interesse de seu pai.



“Por uma questão de segundos, admirou o corpo ligeiramente definido, as costas largas e o traseiro apertado no jeans muito justo.”

No entanto, Natália conheceu um caubói sedutor e mulherengo chamado Mário Lancaster, que era o mais famoso daquele lugar, o qual já passou por muitos altos e baixos na vida. Ele se aproximou dela com o interesse de convencê-la a deixá-los seguir com as suas vidas e manter a fábrica do jeito que estava, para que o povo continuasse se mantendo. Porém, em momento algum, Mário cogitou a possibilidade de se apaixonar perdidamente por ela.  



“Ela desviou os olhos dos dele, prometendo a si mesma não lhe dar brecha para pensar que havia algo entre eles, química sexual, por exemplo. A última coisa que precisava era se envolver com a única pessoa da cidade que a tratava com gentileza.” 



Um romance erótico quente, com um toque de drama e diversão. Narrado em terceira pessoa, permite ao leitor uma visão mais ampla do cenário onde a história se desenrola.

A escrita da autora é direta, com um toque realista e uma linguagem simples. Os personagens são bem construídos, com as principais características destacadas.

A capa é linda, chamou a minha atenção. A diagramação é ótima e a revisão exemplar.

Foi uma leitura rápida de 255 páginas. Mas, infelizmente, não gostei muito do linguajar utilizado em algumas partes e isso me incomodou um pouco.

Dou quatro estrelas e recomendo para quem gosta do gênero!

0 comentários: