( Resenha ) Como Num Filme - Prequel da Série Em Pedaços de Lauren Layne @EditoraParalela - Clã dos Livros

( Resenha ) Como Num Filme - Prequel da Série Em Pedaços de Lauren Layne @EditoraParalela

Compartilhe:
Editora Paralela

Leia a sinopse AQUI.

Resenha

Como Num Filme é um prequel da série Recomeços de Lauren Layne. A série começa com o livro Em Pedaços. Nele vemos Olivia uma jovem rica que traiu o namorado, por quem tinha muito carinho e se atormenta demais, com vergonha do que fez. Ela se envolve em um romance maravilhoso (super recomendo) com um ex-combatente ferido na guerra do Afeganistão. O livro traz um linda releitura de A Bela e a Fera. 

Confira a resenha de Em Pedaços AQUI.


Então... vocês sabem o que é um prequel? É uma história que antecede outra, já publicada. 

Saiba mais sobre Prequel AQUI.


Como Em Pedaços foi o primeiro livro, Como Num Filme chega para contar a história de Ethan, o namorado que foi traído por Olívia. E essa história acontece antes do romance narrado no livro 1.

Vamos lá ...

Ethan Price é um rapaz lindo e de família rica, com a vida resolvida. Ele foi traído por sua noiva com seu melhor amigo. Decepcionado, resolve se refugiar dando um tempo longe da família e da vida que o espera na empresa do pai.

Um curso de verão sobre cinema é tudo o que precisa. Na verdade ele não tem nada a ver com cinema e geralmente não faz nenhum curso de verão, mas precisa se afastar da família que insiste em vê-lo comprometido com Olivia e da empresa que será seu destino "eterno" dai a pouco tempo.

"É claro que essa aula não é único motivo para eu ficar em Nova York no verão. Não é nem o motivo principal."

Stephanie Kendrick é uma estudante de cinema que não quer voltar para casa. Ela tem uma história triste e complicada com a família, e prefere ficar o mais longe possível. Só que nesse verão não poderá ficar no campus já que os dormitórios estão em reforma. Stephanie sublocou o minusculo apartamento da prima, mas infelizmente terá que sair em poucos dias e isso é um enorme problema.

Sthephanie e Ethan são opostos. Ele o "riquinho" arrumadinho e metido e ela a gótica contra tudo e todos. Só que os dois estão no mesmo curso de verão e acabam sendo obrigados a formar uma dupla para o trabalho do curso e agora precisarão se entender.


"Minha dupla de trabalho tem uma beleza que assusta. Ou talvez só seja assustadora de um jeito lindo.
Seja como for, não sei por que não consigo parar de olhar para ela."

A tarefa do curso é escrever o roteiro de um filme. Para ela, fazer um bom trabalho é importante, mas Ethan não está realmente preocupado com o resultado final. E é ai que a tensão sexual já existente entre os dois vai ganhar um combustível interessantíssimo.

Ethan resolve de ultima hora, fazer uma proposta de roteiro à Sthephanie. Um enredo clichê, de um romance adolescente, já conhecido, mas no qual os dois pudessem experimentar de verdade. Assim teriam uma base forte para a escrita e de quebra, um ajudaria ao outro.

"Pigmaleão não se restringe ao mito. Sua história é usada em poemas e quadros por séculos. (...)"

Ele precisa comparecer as festas de família, sem ter que se aproximar de Olivia, a noiva que o traiu com o seu melhor amigo e também sem ser empurrado pela família a retornar ao antigo relacionamento. Já Stephanie precisa desesperadamente de um lugar para morar. Ela não tem dinheiro para pagar por um aluguel e não pode ficar nos dormitórios da faculdade.

Então os dois acabam se entendendo, e criando uma história baseada no mito de Pigmaleão. Ela fica no apartamento dele, e enquanto isso, finge ser sua namorada linda, delicada e elegante. Para isso precisaria passar por uma grande transformação.




É claro que essa história dá um caldo muito bom. Um pouco de drama, algumas risadas, tensão sexual explodindo para todo lado, ciúmes e muitas mágoas também. Os dois sabem que um relacionamento verdadeiro entre eles seria muito complicado, mas ninguém manda no coração, não é mesmo?

"De repente, sinto calor, e não tem nada a ver com o corredor abafado. É ele."

Como Num Filme traz um enredo bem clichê, mas muito gostoso. O livro foi conduzido de maneira interessante e me prendeu demais. Não queria largar para nada. Adorei os personagens, protagonistas e também alguns secundários. Os dois jovens amadureceram ao longo das páginas e isso também foi ótimo de "assistir".

"Sento em um dos assentos livres no fundo do barco quando a constatação me atinge como uma tonelada de tijolos: estou louco por Stephenie Kendrick."

O livro é todo narrado em primeira pessoa intercalando os protagonistas e traz uma capa linda que segue o padrão da lançada anteriormente.

Amei e recomendo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

test banner