( Resenha ) Namorado por Acaso de Aline Sant'Ana @EditoraCharme - Clã dos Livros

( Resenha ) Namorado por Acaso de Aline Sant'Ana @EditoraCharme

Compartilhe:
Editora Charme

Leia a sinopse AQUI.

Resenha

Hugo De La Vega acabou se envolvendo numa tremenda confusão quando perdeu as alianças do casamento de seu irmão Diego. Isso aconteceu depois de beber além da conta na despedida de solteiro, levando quatro mulheres para o quarto onde estava hospedado. No dia seguinte, ele não se recordava de muita coisa, mas sua vizinha do quarto da frente sabia perfeitamente o que havia acontecido, pois além de vê-lo chegar muito bem acompanhado, ouviu os gemidos que duraram a maior parte da noite, impedindo que dormisse.

No fim das contas, depois de ouvir na noite anterior alguns comentários dele que fizeram com que acreditasse que era o noivo e que estava traindo a noiva, ela se sentiu extremamente indignada. Sobretudo, porque as alianças caíram praticamente aos seus pés, no instante em que ele tentava se desvencilhar da calça durante a pegação dele com aquelas mulheres no corredor.

Determinada a se livrar das alianças e devolvê-las ao cretino, Victoria bateu na porta do quarto dele. Mas, para sua surpresa, se deparou com um homem que deveria ser proibido de olhar porque, cada vez que descia a visão, ficava mais complicado desviar a atenção.

Ao contrário do que ela pensava, o máximo que Hugo havia feito foi ajudar Diego a conseguir as reservas num resort no México onde estavam e organizou a despedida de solteiro, que nem queria ir. Ele nunca viu alguém como Victoria e era impossível ficar longe dela. Parecia que o destino estava conspirando ao seu favor, porque assim como ele, ela também morava em Nova York.

Mas, Victoria acabou encontrando Elisa, a noiva, no elevador e contou o que aconteceu. Logo, Elisa se desesperou e estava a ponto de cancelar o casamento, quando Hugo apareceu e esclareceu o mal entendido. As duas acabaram se tornando boas amigas e Victoria foi convidada para o casamento. Só que para retribuir de alguma forma pelo ocorrido, Hugo insistiu que ela deveria dançar com ele.

Os dois continuaram tendo alguns encontros malucos que proporcionaram muitas risadas e os aproximaram a ponto de Hugo decidir que Victoria seria perfeita para acabar de uma vez por todas com a fixação de sua ex-noiva, Carlie, que o perseguia. Embora casada, ela não desistia e ele passou por uma situação terrível no passado por causa dela, que o fechou para relacionamentos.

A noite em que o viu pela primeira vez, Victoria só teve um vislumbre da pior versão dele. Contudo, a verdade absoluta era que Hugo nunca foi um cafajeste, mas o contrário.

Carlie era uma cliente muito importante do escritório de advocacia em que Elisa trabalhava e estava no casamento organizando a coisa toda. Por mais que Hugo negasse, a ex-noiva acreditava que ele ainda era apaixonado por ela. Então, Elisa sugeriu que Victoria aceitasse ser a namorada de mentira dele, pelo menos durante o casamento e poucos dias depois enquanto permanecessem naquele lugar.

Victoria aceitou, mas precisava conhecer mais sobre Hugo, assim como ele precisava saber muito mais sobre ela. Precisavam representar o casal perfeito. No entanto, o que era para ser fingimento, acabou se tornando real.

“Beijar aquele homem era como descer em queda livre e saber que ninguém me faria pular assim. Ele bebia a minha boca, devorava, faminto, consumindo cada centímetro, quase como se estivesse me marcando, exigindo...Como se eu fosse sua e de mais ninguém.”
Hugo era um advogado implacável, com toda sua lábia, sabia como ganhar um caso. Victoria trabalhava como Consultora de Viagens e passava a maior parte do tempo longe. Portanto, era impossível que ela mantivesse um relacionamento e isso acabou erguendo uma barreira entre eles.

“Beijei-o, como se fosse o último beijo das nossas vidas, a língua rodando em torno da sua, veloz e sexual.”

Mas, os sentimentos e a atração falaram mais alto, tornando quase impossível manter o controle. Hugo sentia que precisava de mais, que não podia viver sem Victoria e no fundo, apesar de relutar e não querer admitir, ela estava completamente apaixonada por ele. 

“Eu nunca saberia dizer o exato instante em que deixei Victoria entrar. Mas ela estava lá, pulsando em minhas veias, contaminando-me com sua presença, me acostumando a noite toda com seus beijos, seu corpo quente e seu carinho.”

Um romance intenso, quente e muito divertido, que fisgou o meu coração de imediato. Poucas horas depois que chegou, eu já finalizei a leitura, porque simplesmente não conseguia desgrudar até enfim acabar.

Narrado em primeira pessoa intercala entre os pontos de vista dos protagonistas Hugo e Victoria, que são sensacionais. A escrita da autora é incrível, sensível e cativante. A trama toda é muito bem desenvolvida, com personagens bem humorados e as cenas íntimas são de tirar o fôlego.

A capa é linda, representa com perfeição o protagonista. A diagramação é ótima e a revisão é exemplar.

Dou cinco estrelas, favorito e recomendo!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

test banner