( Resenha ) Todos os meus amigos são super-heróis de Andrew Kaufman @LeYtoras

Editora Leya

LeYtoras 


Clique na capa e compre o livro na Saraiva


Sinopse



Existem aproximadamente 249 super-heróis na cidade de Toronto. 

Tom não é um super-herói, mas conhece vários: O Anfíbio, A Pilha de Nervos, A Bronca, O Homem Impossível, O Minigigante, Daquiapouco, A Doma-Rapaz, dentre outros. 

Tom casou-se com uma super-heroína, A Perfeccionista, cujo poder é tornar tudo perfeito. 
No dia do casamento, Hipno, supervilão e ex-namorado de Perfeccionista, hipnotizou-a: Tom ficou invisível, mas somente aos olhos dela. 
Depois de dois meses sem notar o marido, a Perfeccionista está prestes a pegar um avião para recomeçar a vida em Vancouver.

É a partir de uma bela história de amor que Todos os Meus Amigos São Super-Heróis constrói um universo onde amizade, romance, profissões e cotidianos muito parecidos com os nossos ganham uma fina pátina de superpoder - ou mostra que superpoderes são apenas uma questão de ponto de vista.
Tom está desesperado para que sua amada Perfeccionista volte a enxergá-lo e amá-lo. Como resolver isto sendo o único ser humano sem poderes nessa história?


Resenha

Essa é a história de um homem comum que se apaixonou por uma super-heroína. Tom é um homem normal que vive em meio a super–heróis. 
Para os fãs de quadrinhos é preciso ressaltar, esses heróis são totalmente inusitados...
Interessantes e engraçados, os poderes deles são quase absurdos e parecem destacar defeitos ou qualidades  humanas bem comuns. É muito fácil se identificar com eles.
  • Ser maníaco por arrumação e organizar toda a bagunça com o pensamento;
  • Deixar pessoas que são calmas, muito nervosas só com a sua presença;
  • Sentar-se no sofá e ficar por lá o tempo todo, sem fazer mais nada;
  • Ser tão ligado na televisão que interage com ela, chorando pequenos aparelhos de TV. 

Hoje todos os amigos do Tom são super-heróis. Mas como todo mundo tem um superpoder, e todo mundo que eles conhecem tem superpoder, eles não acham que ter superpoder é especial. Eles acham que o especial é não ter superpoder. Não imaginam como alguém vive a vida sem ter superpoder. Acham inacreditável. 

O livro, em grande parte, é contado através das lembranças de Tom, e a partir dessas lembranças, vamos nos inteirando dos acontecimentos e compreendendo esse universo criativo, inventado pelo autor.
Ao longo da história, os super-heróis nos vão sendo apresentados com as descrições de seus poderes. As ilustrações também enriquecem o livro.






Tom, se apaixona por Perfeccionista, uma super-heroína que gosta de tudo perfeito e organizado e no dia do casamento dos dois, uma tragédia acontece. Hipno, um super-herói manipulador que hipnotiza, ex- namorado de Perfeccionista, faz com que ela não enxergue ou perceba seu, então marido, Tom.



Por nunca vê-lo, ela sente-se abandonada e após ter esperado por ele durante muito tempo, resolve se mudar para o Vancouver e recomeçar.
Tom não suporta mais essa situação e decide que vai embarcar com ela e resolver o problema durante a viagem de avião. 
A história se desenrola durante essa viagem, que é o prazo máximo que Tom dá a si mesmo, para fazê-la voltar a enxergá-lo.
Algumas metáforas interessantes também aparecem durante a história, como abrir o peito para consertar um coração partido.

O livro é interessante, engraçado, diferente, curtinho e de leitura fluida...

O Conchinha sempre sabe onde é o quarto; Na cama, sempre há alguém que dorme em posição fetal. Ele entra debaixo das cobertas. Ele as abraça. Elas nunca acordam. Elas sempre sussurram
"Obrigadaenquanto dormem. 

Gostei e recomendo!


Confira algumas capas do livro pelo mundo




Leia o primeiro capítulo 


9 comentários

  1. Achei bem legal.
    parece ser um livro leve, de leitura fácil e gostosa.
    Comprei 7 na saraiva ontem, agora é só esperar chegar!

    Beijos!
    detudoumpouco28.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oiee,
    gostei bastante desse livro, parece ser bem divertido, pra ser lido em um momento que você quer fugir da realidade é uma ótima pedida.
    Já está anotado.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Voce com certeza chamou minha atenção para esse livro kkk achei super diferente, deve ser um enredo extremamente gostoso de se ler e gostei mais ainda pelo livro ser curtinho e leve.
    Vou ler esse primeiro capítulo e ver o que acho =)
    Bjss

    ResponderExcluir
  4. Meu Deus é aquela primeira capa do livro pelo mundo?????? Eu não compraria, juro hahaha
    A proposta do livro é interessante, mas não sei se me prenderia, mas gostei bastante do que você disse sobre o livro. Achei diferente o enredo rsrs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá, parece ser um livro interessante, outro q vou procurar saber mais, para ver se vai para minha lista que só aumenta, haja dinheiro e tempo!!!rsrsrs

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  6. Parece ser bem engraçado, único na verdade. Nunca vi título parecido. Gostei.

    ResponderExcluir
  7. Achei a história interessante, mas não sei se leria! Não faz muito o meu estilo de livro que realmente me prenderia até o fim. Mas, como já disse, a história é interessante. Quem sabe não mereça uma chance??
    Amei a resenha ♥
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Adorei a capa do Brasil, é perfeita! e com certeza vai ser um mega sucesso!

    ResponderExcluir
  9. Oi Flor!
    O livro parece ser bem legal e interessante!
    Pela capa eu confesso que não compraria e na verdade não o tipo de livro que chama a minha atenção de primeira!
    Muito boa sua resenha! Me deixou curiosa e se topar com ele eu leria sim!
    Beijos

    ResponderExcluir

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por