5 Estrelas,

( Resenha ) Dublin Street - Livro 1 da Série homônima de Samantha Young @LeYtoras

24 maio Clã dos Livros 12 Comments




Editora Leya

Leytoras


Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse, AQUI.



Resenha

Jocelyn sofreu a perda de seus pais e sua irmãzinha quando ainda era muito jovem. Carrega uma dor, ao lembrar da família, que lhe acarretou ataques de pânico.

Saiba mais sobre Síndrome do Pânico, AQUI.

Então vive isolada das lembranças, esforçando-se ao máximo para esquecer a família que tanto amou e perdeu prematuramente, evitando as crises e o sofrimento.

Joss, como é chamada pelos amigos, está de mudança para a Dublin Street. Conseguiu um bom apartamento lá e mesmo precisando usar o dinheiro da sua herança, que prefere esquecer, sente que vai valer pena. 
Trabalha em um bar próximo ao novo apartamento, o que não paga as suas atuais despesas. A moça deseja ser escritora e vai investir seu tempo livre na ideia do novo livro.

Porém Joss não esperava encontrar um homem iressistível como Braden, o irmão de sua nova colega de apartamento.

- Eu não estou dando o meu número para você.
Ele deu um risinho de novo.
- Eu não pedi seu número. E mesmo que eu  quisesse, não pediria. Eu tenho namorada.
Eu ignorei a violenta reação de decepção que senti na barriga - e, aparentemente, o filtro entre minha cabeça e minha boca.
- Então pare de me olhar desse jeito.
O Engravatado pareceu se divertir.
-Eu tenho namorada, mas não estou cego. Só porque não posso fazer nada não quer dizer que não possa olhar. 

O escosês mexe com a moça de maneira poderosa. Ela está em um jejum de alguns anos, motivada por um problema vivido na adolescência. Foge de relacionamentos, mas resistir a Braden Carmichael fica a cada dia mais difícil.

Após anos sem sofrer nenhuma crise, Joss tem alguns ataques de pânico  que a motivam a procurar uma terapeuta. A constante proximidade com a família de Ellie, sua amiga de apartamento e Braden, faz com que lembranças de sua própria família venham a tona, desencadeando novos ataques.

Senti um aperto bem forte no peito e tropecei na esteira, o mundo ao meu redor voltando, mas num pulsar de cores e barulhos que não fazia sentido. Meu sangue estava martelando nos meus ouvidos; (...)

O homem é encantador, lindo, sexy. Administrando vários imóveis, restaurantes e boates, ele é um poço de habilidade nos negócios e, ao que tudo indica, com as mulheres também.

- Sabe Braden, observei você ao longo dos últimos meses, e você é um tremendo cavalheiro com todo mundo, menos comigo. Qual o problema?
- Eu quero você na minha cama. Cavalheiros são chatos na cama.
Um bom argumento.

Joss sente-se muito atraída por ele, de uma maneira diferente do que já sentiu antes, mas prefere não criar laços, com ninguém.

(...) amar as pessoas leva apenas a sofrimento...

Porém Braden, interessado na moça e sentindo a resistência dela, resolve usar de uma artimanha para carregá-la para seus braços. Promete uma relação casual, sem compromisso, sem envolvimento. Só sexo, nada de encontros, nada de namoro...

- Que bom que eu não estou propondo um relacionamento.
Seria seguro dizer que eu estava completamente confusa.
- Bem, o que você está propondo?
- Apenas sexo.
O quê?
- O que?
- Você e eu. Apenas sexo. Sempre que quisermos. Sem amarras.

Os dois iniciam uma relação de amigos com benefícios muito intensa e acabam se descobrindo, apesar da resistência dela. Mas um acontecimento grave, traz a tona todo terror de Jocelyn. O medo de perder alguém que ama a empurra para longe de seus novos amigos e de Braden.


A história é linda e vai muito além de um bom romance hot. Sim, esse é um bom romance quente, muito bom. ;)

Braden se apaixona por Joss e luta por ela, enfrentando seus próprios traumas e os dela.
Ele é sexy demais. Lindo, inteligente, conquistador, guarda sua parcela de sofrimento escondida, mas quando percebe a profundidade do que sente por Joss, se joga de cabeça.

Ellie é uma graça, e vemos um amor acontecer para ela também, que vai ser melhor contato no spin off, Until the Fountain Bridge ainda sem confirmação no Brasil.
Saiba mais AQUI .

Essa é daquelas histórias que ficam na nossa mente por muito tempo.


A vida da protagonista é sofrida e triste, mas apenas em alguns momentos. O livro não chega a ser um drama, apesar dos problemas enfrentados por ela. A história é sobre uma moça que consegue vencer obstáculos da vida com a ajuda do amor.


Dublin Street entrou para minha lista de favoritos, com certeza.
Recomendo!


Capa original







12 comentários:

  1. Já garanti o meu na pré-venda, louca p q chegue p ler de novo, novamente rsrrsrsr

    ResponderExcluir
  2. Amiga resenha maravilhosa.
    Eu preciso ler esse livro de novo, porque como já te disse não lembro da história. Vou ver se compro o mais breve possível.
    Amei isso:
    "você é um tremendo cavalheiro com todo mundo, menos comigo. Qual o problema?
    - Eu quero você na minha cama. Cavalheiros são chatos na cama.
    Um bom argumento." Hahaha

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  3. Tenho em pdf, quero muito ler. Fala sobre transtorno bipolar (estou lendo um livro com um personagem que tem o mesmo problema Mike - Dançando sobre cacos de vidro - Ka Hancok #Recomendo), deve ser muito interessante...

    ResponderExcluir
  4. Nathalia a personagem tem Síndrome do Pânico, como mencionei na resenha! ;)
    Beijos,

    ResponderExcluir
  5. Li esse livro ano passado
    Super amei,agora com sua resenha quero ele na minha estante
    Mais um pra lista :p

    ResponderExcluir
  6. Eu li esse livro há um tempo já e confesso que não me lembro direito dele.
    Mas a resenha me fez lembrar de como a coitada da Jocelyn é triste.

    Ainda vou ver se vou comprar.

    Ótima resenha!

    P.S: Quem é esse gato que ilustra a resenha? Lindo!

    ResponderExcluir
  7. Que resenha maravilhosa.
    Adorei a história e com certeza irei ler esse livro.
    A única coisa que não gostei foi a capa, mas nem tudo é perfeito né!
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. O tema Síndrome do Pânico é muito importante e interessante estou doida pra ler esse livro!

    ResponderExcluir
  9. E este livro é maravilhosos gente, super bem escrito, mostra bem a Síndrome da Joss e o Branden é um fofis...
    Branden na minha listinha de personagens favoritos!!!

    ResponderExcluir
  10. Gente, ganhei de presente de aniversario... adorei

    ResponderExcluir