( Resenha ) Obsidiana - Livro 1 da Saga Lux de Jennifer L. Armentrout @EdValentina

Editora Valentina
Clique na capa e compre o livro na Saraiva

Leia a sinopse, AQUI.

Resenha



Katy é uma adolescente de 17 anos que mora com a mãe. Elas acabam de se mudar para Ketterman, uma cidadezinha no meio do West Virgínia. Para quem vinha da agitada e quente Flórida, a mudança era um tanto incômoda, mas sua mãe achava que era o momento de recomeçar longe das lembranças da perda que ambas tiveram. 



Apesar da idade, Katy nunca foi muito de sair e aprontar, o que fazia com que sua mãe sempre confiasse nela. Começar em uma nova cidade e em um novo colégio era desafio suficiente para qualquer adolescente, então por insistência de sua mãe, Katy vai se apresentar para seus vizinhos, um casal de gêmeos com a mesma idade dela. Mas ela não poderia se surpreender mais...




Seu vizinho é lindo. Gato da cabeça aos pés, daquele tipo que a gente não consegue afastar os olhos... porém também é um completo babaca.


(...) Ele levantou os cílios, revelando olhos tão verdes e brilhantes que não podiam ser de verdade. (...)
- Oi? Você é muda? - Ele falou mais uma vez, se apoiando com uma das mãos no batente da porta. Respirei fundo e dei um passo para trás, sentindo o rosto queimar de vergonha. (...)

Daemon e Dee são lindos e perfeitos, mas totalmente diferentes. Dee rapidamente se aproxima de Katy querendo sua amizade, o que causa um comportamento arredio e grosseiro por parte do irmão super gato e protetor.

É claro que no meio dessas farpas trocadas, vemos logo a tensão que se constrói entre os dois. Katy se sente muita atraida pelo vizinho mal educado, mas sente raiva na mesma proporção da atração. Ele a despreza e ridiculariza e ela acaba sentindo-se feia e inadequada sempre que está perto dele.

Eu costumava evitar todo tipo confronto, mas esse cara conseguiu ligar meu interruptor de barraqueira como ninguém.

Dee insiste na amizade com Katy e acaba obrigando o irmão a se desculpar pelo mal comportamento. Ele precisa conseguir um perdão por parte da moça, para reaver as chaves do seu carro. 

Então... os dois fazem alguns passeios juntos e em meio à alguns perigos inusitados e diálogos interessantes, Daemon acaba revelando ser algo muito diferente de um ser humano. Ele na verdade é um Alien, e Dee também: ambos com poderes especiais. Porém eles precisam ser discretos para não atraiar atenção de seus inimigos. Sempre que usam seus poderes perto de humanos, estes ficam marcados e carregam um rastro luminoso: faróis que atraem os inimigos. Assim.. após um destes episódios, onde Daemon precisou salvar Katy, ela fica totalmente exposta, pois tantos os aliens iguais a Deamon (são vários) como seus inimigos, seres das sombras, podem vê-la de longe.

(...), neste momento você brilha como um farol pra eles.
- Existe um jeito de apagar esse rastro?
- Ele apaga com o tempo. - Dee forçou um sorriso. - Até lá seria bom você ficar com a gente. Com o Daemon, principalmente.

Então, a única opção que resta para Daemon é ficar bem perto de Katy e protegê-la até que essa marca desapareça. OMG.

(...) Mas havia uma sensação dentro do meu peito, uma falta de ar que não deveria estar ali. Eu não gostava dele. Daemon era um babaca. De lua. Tivéramos, porém, alguns breves momentos - tipo, centésimos de segundos - em que pensei ter visto o verdadeiro Daemon. Ao menos, um Daemon melhor. Essa parte me deixava curiosa. A outra parte, seu lado babaca, bom, esse não me deixava curiosa.
Essa parte meio que me excitava.

O enredo de Obsidiana é fantástico. Com uma ideia original a autora criou personagens interessantes e envolventes. As malcriações e grosserias de Daemon acabam aumentando a tensão sexual entre os dois, pois fica evidente que ambos sentem-se super atraídos. Ele tenta proteger sua irmã a todo custo e por isso detesta que ela faça amizades com humanos. Mas acaba sendo o elo fraco, já que não pode desgrudar de Katy e mesmo depois que ela está sem o rastro, ele arruma maneiras de estar por perto e atormenta-la. 

Katy é uma moça valente, inteligente e uma boa amiga. Apesar dos perigos e problemas que enfrentou, ela se mostrou corajosa sem fraquejar quando seus amigos mais precisaram. 

Os inimigos são assustadores e sem escrupulos e estão no planeta para sugar os poderes dos aliens de luz e matá-los e a todos que estiverem no caminho. 

No cardápio: ação, aventura, tensão sexual, drama, poderes sobrenaturais, coragem e romance.

- Ah, tenho certeza de que pode fazer melhor do que isso, gatinha. - Com a voz baixa, ele ia me encurralando. Mal conseguia escutá-lo por causa da chuva e das batidas do meu coração. - Porque eu duvido muito que você não se sinta atraida por mim.
Obsidiana é viciante. Eu li muito rápido e estou ansiosa para colocar as mãos em Deamon ...ops.. no próximo livro.


2 comentários

  1. Oi. Cléo!

    Este livro está bem divulgado.
    Sua resenha é interessante. Gostei! :)

    Beijos!
    Participe do sorteio #SomosTodosIguais no Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  2. oie!!!

    Nossa, eu adorei, amei esse livro!!!!
    Desde o dia que li ele não consegui mais largar a série, comecei o quarto Origin. A droga é não foi lançado aqui ainda...tem que se contentar com a versão original mesmo. Ontem eu publiquei a resenha do terceiro....está cada vez melhor....

    bjs

    Eu Pratico Livroterapia


    ResponderExcluir

© BLOG CLÃ DOS LIVROS- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por