5 Estrelas,

( Resenha ) Paolo - Livro 3 da Trilogia Irmãos Bastilli

12 agosto Ingrid 0 Comments

Publicação independente

Leia a sinopse AQUI.

Resenha




Paolo é o terceiro volume da série Irmãos Bastilli, pela qual estou completamente apaixonada. 

No livro anterior, os holofotes estavam voltados para Dom, o caçula do Império Bastilli. Um aficionado por Parkour, velocidade e esportes radicais, que nunca se envolveu sério com ninguém. Até conhecer a enigmática e problemática Tess Bianco. 

“O som do mar é algo incansável. Por vezes era apenas isso que eu precisava ouvir e era exatamente isso que acontecia. No limite, quando eu apenas queria evitar qualquer tipo de contato humano, eu ficava exatamente onde estou agora, olhando para a imensidão infinita, contornada por casas que quase se escondem. Esse é o lugar que preciso estar.”

De um garoto pobre a um homem de sucesso, Paolo tornou-se responsável pela família e pela empresa, a Bastilli Barche. Nunca conseguiu esquecer tudo o que passou e exigia muito de si mesmo. Sentindo-se responsável pelo bem estar dos irmãos, Sophia e Dom, cujas vidas estavam encaminhadas. 

Implacável nas negociações, Paolo evitava qualquer contato mais profundo com as pessoas, sobretudo mulheres. Mantinha seu coração em um lugar seguro, trabalhando com planejamento, estrutura e resultado, sustentava a rigidez e insensibilidade. 

“... sou uma pessoa que ainda prefere um café da manhã acompanhado de uma solidão sensual, que me serve de uma vida antiga, a vida que me fez determinar exatamente o que sou hoje.”

Mas,  sentiu-se abalado e surpreso desde que conheceu Catharina Martinelli, uma mulher que se via destroçada diante da avalanche de problemas da família. Em meio a possível queda de sua empresa, ela se via disposta a vendê-la em sua totalidade, sem desligamentos. 

Como diretor e único acionista, Paolo via diante de si a chance de escrever a história da Bastilli Barche de uma vez por todas sobre Gênova, com a oportunidade de adquirir a Martinelli. Queria ir mais além, alcançar o topo do mundo. 

“A verdade é que nunca velejei com mulher alguma. O mar é o meu real caso de amor, e eu sou fiel.”

Catharina estava prestes a se casar em dois meses e seu noivo, Anderson Tavarin, era obsessivo, paranóico e agressivo na maior parte do tempo. Vivia desconfiando que ela pudesse estar saindo com outra pessoa. Seu relacionamento havia passado a ser medíocre e as coisas pioraram quando ele começou a descontar nela suas frustrações. 

Desde a primeira vez que a viu, Paolo não conseguia tirá-la de seus pensamentos e acontecia o mesmo com Catharina. Salvando-a do noivo, ele estava determinado a fazer por ela o que não pode fazer pela mãe no passado. Envolvendo-se profundamente. 

“... caminho em sua direção e mesmo estando a uma distância segura, me sinto incrivelmente abalado pelo seu perfume adocicado na medida exata para essa hora da manhã”
Um romance suave e sedutor. Narrado em primeira pessoa, intercala entre os pontos de vista de Paolo, Catharina e Alma Maria. 

A escrita sutil da autora me encantou. E os personagens estão muito bem desenvolvidos, ambiciosos e determinados. Conseguiu ser ainda melhor do que os anteriores. Arrasou!


A capa é linda e remete a tranquilidade. A diagramação é simples e a revisão ótima. 

Dou cinco estrelas, favorito e recomendo para quem, assim como eu, já leu os dois livros anteriores e deseja muito mais dos Irmãos Bastilli!!!



0 comentários: