Clássico,

( Fique por Dentro ) Gêneros Literários - Você sabe a diferença entre Romance de Época, Romance Histórico e Clássico?

31 março Clã dos Livros 9 Comments




Você sabe a diferença entre Romance de Época, Romance Histórico e Clássico?

Então vou te explicar com a ajuda da Mara Sop, da fan page Romances Históricos. 
Obrigada Mara Sop!

Eu estava navegando a procura de imagens lindas para as resenhas de romances de época e me deparei com uma postagem mega esclarecedora na página Romances Históricos. Após ver que algumas pessoas ainda confundem os gêneros (tipo muitas pessoas rsrs), a Mara Sop, administradora da página, resolveu postar o texto que copio abaixo. 

Romance de época é um livro contemporâneo que se passa numa época passada, que pode ser determinada (tipo ter uma data fixa como um ano, ou apenas se situar num século, como século XVIII, XIX...), mas não se aprofundam no período histórico, usam apenas a cultura da época. Tipo, livros que se passam no período vitoriano, aonde a mocinha precisa casar, e pra isso precisa seguir as regras da sociedade e talz... Alguns personagens e fatos históricos podem até ser citados superficialmente, mas não é o foco do romance.Exemplos: Julia Quinn, Lisa Kleypas, Loretta Chase...



Romance histórico é um livro contemporâneo que se baseia em fatos históricos, tipo uma guerra que realmente aconteceu, a vida de um personagem que realmente existiu, mesmo que esse seja coadjuvante, etc... Tipo, livros que se passam durante a Inquisição, guerras famosas (As Cruzadas, Guerra dos Cem Anos, Guerras Napoleônicas...), o reinado de um rei qualquer (Henrique VIII, Luis XIV, Cleopatra...). Os romances históricos procuram ser fiéis à fatos históricos, que tem um grande peso na história do livro, mesmo usando da ficção pra deixar a história mais interessante.
Exemplo: livros do Bernard Cornwell, Ken Follet, Margaret George, Phillipa Gregory...

 Livros clássicos não se encaixam em nenhum desses dois gêneros, pq eles retratam a época em que foram escritos. São como nossos romances contemporâneos, mas escritos em outras épocas. Muita gente confunde clássicos com históricos e de época por se passarem em outros tempos, mas pra época em que foram escritos, eles eram livros contemporâneo. Bons exemplos são livros da Jane Austen, Charles Dickens, Charlotte Brontë, Elizabeth Gaskell...


Existem livros Clássicos Históricos como Os Três Mosqueteiros, A Rainha Margot, Os Mistérios de Udolpho... Livros que foram escritos em outra época mas se situam em tempos ainda mais antigos, mas não é o caso de livros da Jane Austen, Charles Dickens, Charlotte Brontë e afins...
Espero que tenha dado pra entender mais ou menos


Deu sim Mara! Meu super obrigado por ter autorizado o uso do seu texto aqui no Clã <3


Curtam a página Romances Históricos clicando AQUI.


9 comentários:

  1. Apesar de não ter costume de ler livros dos gêneros acima, sempre me pegava pensando a respeito dessa diferença, e até costumava tentar entender um pouco do assunto, e por isso esse texto de explicação foi bastante utilizado, porque sei identificar, e diferencia-los. Obrigada pela ajuda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achava confuso, mas essa explicação da Mara está perfeita, por isso quis dividir com vocês <3

      Excluir
  2. Essa postagem foi bastante esclarecedora pois realmente eu tinha algumas duvidas sobre históricos e de época. Mas acho esta mais claro para mim o que cada um é. Adorei postagens porque assim como eu muita pessoas não iram confundir mais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei que vocês gostariam Girlene <3

      Excluir
  3. Oi Marissa,
    Eu vejo muitas pessoas chamando romance de época de romance histórico e até eu já estava começando a confundir. Minha experiência com os três gêneros é bem limitada, pois li poucos clássicos e nenhum histórico.
    Mara está de parabéns pela postagem, pois foi muito esclarecedora!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também ficava insegura Gislaine, mas achei essa explicação da Mara simples e objetiva ;)

      Excluir
  4. Marissa!
    Perfeita a explicação da Mara, deu para entender bem direitinho, embora já soubesse das diferenças, o que me surpreendeu foi ver que podem pertencer a dois estilos um mesmo livro, bacana.
    “Não há nada bom nem mau a não ser estas duas coisas: a sabedoria que é um bem e a ignorância que é um mal.” (Platão)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Obrigada pelo carinho, Marissa! ❤

    ResponderExcluir