5 Estrelas,

( Resenha ) Sob Um Milhão de Estrelas de Chris Melo @editorarocco

29 março Ingrid 4 Comments

Editora Novo Conceito

Leia a sinopse AQUI.

Resenha




Talvez estar no lugar que minha mãe fez questão de fingir que esqueceu pode não ser uma boa ideia. Contudo, eu não tenho para onde ir. Meu presente é tão nebuloso que me faz ter vontade de correr para trás. Sim. Esse é um bom momento para pensar em um inventário, uma herança e coisas passadas. É melhor olhar para trás do que olhar para frente.”

Alma Abreu de 29 anos de idade, acabou de chegar em uma pequena cidadezinha localizada no interior de São Paulo, mais especificamente na Serra de Santa Cecília, devido a uma herança desconhecida deixada por sua falecida avó, Samanta. Alma construiu sua rotina correndo de um lado para o outro, nunca se preocupou em colocar um quadro na parede ou um vaso de flores em cima da mesa justamente porque acreditava que aquelas coisas não combinavam com seu estilo. O trabalho de Alma em um dos hospitais mais importantes de São Paulo parecia não dar espaço para mais nada. 

Carlos Eduardo, ou apenas Cadu, de 32 anos de idade, mudou-se para o mesmo lugar, depois que recebeu uma proposta de trabalho irrecusável como professor na Universidade Federal mais próxima, determinado a esquecer Elisa, a mulher que o deixou devastado. Não contente, Cadu vendeu o apartamento que possuía e comprou um bar. Diante disso ele passava as manhãs trabalhando com pesquisas literárias e as noites escutando estudantes bêbados cantando canções de amor.
“Olho para a janela e vejo a luz trepidante e azulada atravessando a cortina de minha nova vizinha. O que será que diz a televisão ligada de Alma? Será que ela assiste a algo interessante, apenas olha desatenta para a tela à espera de o sono vir ou simplesmente a ligou para inibir o barulho que toda solidão tem?”

Alma estava em um relacionamento enrolado com Fernando, um envolvimento que passou do amor ao ódio e a culpa depois que cruzaram a linha tênue dos sentimentos. Ela não sabia o que fazia com a herança de sua avó, nem com seu emprego e muito menos com Fernando. Alma prometeu que voltaria no final de semana, estando tudo resolvido ou não, mas não sabia como arrumar a bagunça que deixou para trás e não se sentia pronta para falar sobre isso com ninguém. 

“O ar ainda tem o cheiro do rastro dela. Droga, Alma. Não faz isso! Não seja tão legal para depois criar mistérios. Não me dê lacunas que meu cérebro iludido adora brincar de preencher. Eu acabei de me livrar de uma paixão de faz de conta. Não faz isso comigo não, mulher.”

Alma e Cadu estavam no mesmo momento da vida, um momento de mudanças e recomeço. A Serra de Santa Cecília, um lugar completamente diferente do mundo em que ambos viviam, acabou se mostrando uma tábua de salvação terrivelmente atraente, onde era bem mais fácil fingir que estava tudo bem. 

Sob um milhão de estrelas, Alma e Cadu, entregaram-se a um grande amor. Um sentimento único que não imaginavam compartilhar. 

“Fecho os olhos e sei que ele vai me beijar. Sinto calor de seu rosto se aproximar e a textura de seus lábios cobrir os meus. Sinto suas mãos abandonarem meus cabelos, repousando em minha nuca e costas, pressionando meu corpo contra o dele. Sua língua me invade com a mesma gentileza que Cadu entrou na minha vida.”

Um romance emocionante, encantador e contagiante. Certamente tornou-se um dos meus mais novos queridinhos. Narrado em primeira pessoa intercala entre os pontos de vista dos protagonistas, Alma e Cadu. 

Sou fã da autora, porque ela sempre consegue me tocar profundamente com sua escrita romântica, delicada e sensível. Os personagens são sensacionais. 

A capa é linda, conquistou meu coração desde a primeira vez que a vi. A diagramação é maravilhosa, com títulos incrivelmente criativos em cada um dos capítulos. A revisão é exemplar. 

Dou cinco estrelas, favorito e recomendo para todos!!!


4 comentários:

  1. Quero muito esse livro, e também e outro que a autora tem publicado algum tempo que é Sob seu olhar. Da notar que os romances escritos por essa são contagiantes, envolventes, e que nos emocionam. Amo leituras que intercalam a visão dos personagens, pois e possível compreender melhor o sentimento de ambos. Estou bastante ansiosa por essa leitura, e tenho certeza que esse também vai ser um dos meus queridinhos.

    ResponderExcluir
  2. Ingrid!
    gosto muito de romances que mostram o passado sofrido das personagens e quando eles já não tem mais esperanças de nada e aí surge u novo amor para contrariar tudo...
    Deve ser lindo o encontro de alma e Cadu e o amor que passam a viver.
    “Não há nada bom nem mau a não ser estas duas coisas: a sabedoria que é um bem e a ignorância que é um mal.” (Platão)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Oi Ingrid,
    Sob um milhão de estrelas não é só mais um romance, é um livro sobre superar problemas e dar a volta por cima, é sobre descobrir novos amores na viva e novos rumos. A autora me cativou por trazer personagens mais maduros, mas não, necessariamente, resolvidos na vida e isto torna a história mais cativante e real, faz com que o leitor consiga se identificar com eles. Chris Melo é uma autora bem comentada, mas a quem ainda não tive a chande de ler nenhuma obra.

    ResponderExcluir
  4. O que gostei bastante da carga por trás do personagem, em outras palavras, gostei da historia passada deles. Cadu, parece cara bem atraente, e gostei de saber que autora colocou ele em dois ambiente, um serio e outro descontraído quando ele trabalha no bar. Acho que essa pequenas coisa diz muito sobre personagens. Acredito eu, que é equilíbrio intelectual que ele possui.

    ResponderExcluir