4 Estrelas,

( Resenha ) A Invasão de Tearling de Erika Johansen - Livro 2 da trilogia A Rainha de Tearling @Suma_BR

07 novembro Taty Assis 0 Comments

Editora Suma


Clique na capa e veja onde comprar

Resenha

 A Invasão de Tearling foi uma leitura incrível e uma sequência à altura do primeiro volume A Rainha de Tearling.

“[...] Uma das frases favoritas do pai surgiu na cabeça de Ewen: ela parecia uma pessoa que ninguém devia se meter.”

Kelsea após acabar com o tratado Mort colocou todo o seu reino em perigo, agora, com a invasão prestes a acontecer, ela precisará mais do que nunca agir para salvar o seu povo da fúria da Rainha Vermelha e seu exército.

“[...] Kelsea se perguntou se era possível que as pedras tivessem se extinguido. Elas fizeram um milagre grande e extraordinário em Argive, mas parecia ter esgotado toda a sua magia. Talvez não passassem de joias comuns agora. A ideia trouxe alívio, seguido rapidamente de medo. Os mort estavam se reunindo na fronteira, e qualquer arma ajudaria, mesmo uma tão inconsistente e imprevisível quanto suas duas joias. Elas não podiam se extinguir.”

Kelsea não sabe o que poderá fazer para mudar o destino de seu país e de seu povo. As suas joias não estão mais lhe ajudando com visões do futuro, na verdade, ela agora tem visões do passado com uma moça chamada Lily.



A história de Lily se passa antes da Travessia, onde a tecnologia ainda existia, mas tudo a sua volta está sendo destruído, e apesar de parecer que ela vive uma vida perfeita, nada é o que parece ser. Mas qual relação a vida dela teria com o destino de Tearling? Teria Kelsea tempo o bastante para descobrir o porquê de estar tendo essas visões?

O livro segue a mesma linha do primeiro, onde a narrativa é feita em terceira pessoa e assim podemos nos aprofundar mais nos personagens, tanto nos antigos como nos novos que veremos por aqui. E o interessante é que toda a informação passada para nós será de grande ajuda conforme a história transcorre, e isso é um ponto superpositivo, já que nada é em vão, mesmo que inicialmente nos pareça ser.  

Kelsea está diferente neste livro, vou confessar que teve momentos que me irritei com ela e fiquei questionando suas escolhas, suas ordens e o seu modo de agir. Ela continua seguindo sua intuição, mesmo quando as pessoas de sua confiança vão contra suas decisões. Kelsea ainda continua uma grande rainha, mas mais cruel e fria. Mesmo que lá no fundo a gente saiba que ela é uma boa garota, suas atitudes por vezes me assustaram. As mudanças físicas estão a transformando e a deixando cega até certo ponto. E acaba ficando a pergunta: até que onde ela seria capaz de ir por ser a rainha de Tearling?

“[...] Thorne gritou, e o som foi música para os ouvidos de Kelsea, a aprovação da multidão rugindo em torno dela, inflamando-a. Ela se viu como eles deviam vê-la: uma mulher bela, o cabelo comprido e escuro esvoaçando no vento, uma figura de grande poder e... terror?”

Kelsea está um tanto quanto perdida, pois precisa evitar a invasão, e não sabe como. Ela está de mãos atadas, e a coisa sombria sabendo disso acaba procurando-a para fazer um tratado: em troca de sua liberdade, ele lhe daria informações sobre a Rainha Vermelha, assim ela poderia tentar livrar o seu povo de um massacre.

A misteriosa Rainha vermelha está mais presente neste livro. Encontramos uma rainha com poder e magia, mas com muito medo do que poderia lhe acontecer. A coisa sombria se foi, mas ela sabe que ainda não está completamente livre dele. Ela deseja invadir Tearling e tomar para si as joias que pertencem a Kelsea, mas como ela reagirá quando seus segredos e medos forem revelados e a deixarem vulnerável de uma forma que não achou que fosse capaz de ficar? 

Magia, traições, paixão, intrigas... são os ingredientes dessa trama instigante e que a cada novo livro nos deixa com gostinho de quero mais.

Gostei muito, mais muito mesmo do desenrolar da história. O final, para mim, foi a melhor parte. Confesso que não esperava que Kelsea fosse agir da forma que agiu, e isso foi o ápice da leitura; tanto é que mal vejo a hora de ter a sequência em mãos. Preciso urgentemente saber qual será o destino de Kelsea e de seu reino.

Adorei e recomendo!

“[...] E agora Kelsia via que não havia diferença em qual visão ela vivesse. Passado ou futuro, nas duas direções só havia terror. Ela se virou para o horizonte e recomeçou a contar os próprios erros, se preparando para sofrer por cada um deles de novo, um de cada vez. Preparando-se para sofrer.”


0 comentários: