5 Estrelas,

( Resenha ) Paixão e Liberdade - Livro 1 da Série Saints of Denver de Jay Crownover @VREditoras

12 fevereiro Clã dos Livros 0 Comments

V&R Editoras

Clique na capa e veja onde comprar

Leia a sinopse AQUI.

Resenha

Preciso lhes dizer que me apaixonei por Jay Crownover após ler a Série Homens Marcados, também publicada pela V&R Editoras.  

Confira as resenhas AQUI.

A escrita da autora é viciante e nos traz enredos interessantes e bem construídos, drama, romance e casais com uma química maravilhosa. Saints of Denver é uma série Spin Off de Homens Marcados.

"Claro que aceitei, mas percebi que, assim que estivesse dentro, precisaria derrubar e reformar mais do que paredes da casa para conseguir algo lindo e duradouro."

Zebulon Fuller já esteve preso. Ele cometeu um erro no passado, pelo qual parece sempre carregar um fardo. Zeb pode ser um pouco assustador ao primeiro olhar, grande, forte e com várias tatuagens, mas quem o conhece bem, sabe que ele é um bom homem.  Abriu uma empresa de reformas de casas e desde então vem crescendo e alcançando sucesso.

Sayer Cole está reconstruindo sua vida em Denver, se aproximando do irmão Rowdy, descoberto a pouco tempo. Ela não tem uma boa lembrança do que é ter uma família e carrega dentro de si o que viveu ao lado do pai, e tudo o que viu ele fazer com sua mãe. Ela é uma advogada bem sucedida, mas que se mantém fria e distante de todos. Seu último relacionamento foi com um advogado que não a fazia sentir nada. Sayer realmente acreditava ser incapaz de sentir mais do que isso, incapaz de se envolver e amar de verdade, mas um furacão chamado Zeb estava se aproximando cada vez mais, e  talvez fosse impossível resistir. 

"Detestava não conseguir agir normalmente com ele, porque queria arrancar suas roupas e montar naquele homem. Eu não tinha familiaridade com nenhuma dessas emoções, então, como defesa, escondi todas elas."

Zeb se interessa rapidamente pela linda irmã de seu amigo Rowdy, e tenta se aproximar, mas a jovem advogada sempre tenta disfarçar o que sente, afastando-se. Porém ao ser chamado para reformar a antiga casa que ela comprou, os dois acabam se esbarrando um pouco mais.  

"Ela saiu e eu suspirei forte, virando para pegar meu cinto de ferramentas da mesa. Parecia que eu ainda tinha um monte de trabalho para fazer ... na casa e na mulher."

Sayer não sabe o que fazer com o que sente por Zeb. Ele é um homem maravilhoso e irresistível, mas ela se sente insegura e não acredita que pode ser boa para ninguém em um relacionamento. Porém quando Zeb aparece com um problema e pede sua ajuda, ela prontamente aceita. 

O que faz Zeb buscar por ajuda, é o ponto forte que aproxima os dois ainda mais (Não vou contar, é uma linda surpresa). Eles passam a se ver e se falar com frequência e Sayer conhece ainda mais Zeb e descobre o quanto ele é protetor, sensível e extremamente sexy. A advogada é muito fechada e se sente uma pessoa fria, incapaz de demonstrar sentimentos.

" (...) se não tivermos sentimentos, eles não podem ser destruídos." 
" -  Pode colocar a máscara de advogada, e apertá-la bem, mas sei o que há embaixo dela, Sayer, e, mesmo que não soubesse, ainda assim teria prensado você contra a parede. Você é mais do que uma coisa para mim e eu quero todas elas. "

O que vemos a partir daí é o desenrolar de um enredo delicioso, com drama e uma grande luta de Zeb para derrubar os muros erguidos pela Sawyer. Achei linda a maneira como a relação dos dois foi se desenvolvendo e apesar de ver muita resistência por parte dela, acho que a autora conseguiu novamente um desenrolar perfeito e super envolvente. A química do casal foi perfeita e o amor que crescia a cada página, me encantou.


" Quando Zeb me beijou, passei a me preocupar com outro tipo de bagunça. Não teria como arrumar os destroços do meu coração e do meu corpo quando esse homem terminasse o que queria comigo, e tudo isso parecia um enorme problema, apesar de eu não conseguir por um ponto-final.  Era uma bagunça que eu pretendia encarar e pela qual não pediria desculpa, ainda que isso fosse contra tudo o que eu tinha enraizado em meu íntimo."

Pelo visto um dos pontos fortes de Jay Crownover é fazer com que nos apaixonemos por todos os personagens. Ela mantém vários aparecendo ao longo das páginas, nos lembrando dos livros anteriores e nos fazendo ter vontade de rele-los. 

O livro intercala a narração dos dois protagonistas, sempre em primeira pessoa. A diagramação é bonita e confortável e a capa linda, representa Zeb.  

Se você ainda não conhece a autora, te aconselho a buscar por seus livros (AGORAAA) e se apaixonar. 

Amei e super recomendo!

Saiba mais sobre a Série AQUI.

0 comentários: