5 Estrelas,

( Resenha ) Estrelas da Sorte - Livro 1 da Série Os Guardiões de Nora Roberts @editoraarqueiro

13 julho Ingrid 0 Comments

https://www.saraiva.com.br/estrelas-da-sorte-10084550.html
Editora Arqueiro

Leia a sinopse AQUI.

Resenha


Estrelas das Sorte é o primeiro livro da Série Os Guardiões, um romance sobrenatural surpreendente, construído de forma exemplar. Ansiosa para ler os próximos!


“— Quando as estrelas forem minhas, este mundo morrerá com a luz, como vocês morrerão. E quando eu consumir seus poderes, libertarei outros já muito aprisionados. A frágil paz que vocês adoram se tornará enorme tormento, agonia, medo e morte.”


Sasha Riggs era atormentada por sonhos, estivesse dormindo ou acordada. Por mais que os combatesse, eles não cediam. Envolviam sangue e batalha, terras estranhas e lunáticas, onde rostos e vozes de pessoas desconhecidas, mas de algum modo vitalmente familiares, viviam com ela. 


Ela não compreendia porque necessitava tanto daquelas pessoas, pois, com eles vinham morte e dor, assim como, também havia a chance de alegria verdadeira e do amor verdadeiro. Sasha acreditava no amor verdadeiro para os outros, nunca o buscou para si mesma, porque exigia demais, provocava um caos na vida e não conseguia lidar com muitos sentimentos. 


Sasha só queria paz e sossego. Portanto, julgava tê-los encontrado em sua casinha nas montanhas da Carolina do Norte. Um lugar onde podia passar os dias pintando ou no jardim, sem interferências ou interrupções. Não precisava de muita coisa, afinal, seu trabalho proporcionava renda suficiente para suprir as necessidades. 


Ela desenhava seus sonhos, rostos, mares, colinas e ruínas. Cavernas e jardins, tempestades e crepúsculos. Durante certo momento, temeu ter enlouquecido e as visões serem tudo que restou.



“Raios e tempestades, sol e mar batendo. Três estrelas tão brilhantes que seus olhos ardiam. Quando se projetaram para além da curva da lua, caindo em torrentes de luz, o mundo tremeu com a força de seu poder.”


Fazia anos que Sasha não saía de casa. Durante quase toda a vida havia feito tudo que podia para bloquear o dom da visão com o qual nascera. Talvez, só para se esconder de si mesma. 


Entretanto, quando finalmente descobriu qual era a ilha em que se passavam seus sonhos, decidiu ceder e comprou uma passagem de avião para Corfu, na Grécia. Por que acreditava que aquilo poderia pôr um fim nos seus sonhos.

“Ele havia saído de seus sonhos, como se ela tivesse desejado que ganhasse vida. Conhecia seu rosto, corpo, voz e cheiro. Havia sido íntimos.
Mas ele não a conhecia.
Não sabia que seu coração pulsava na garganta nem que ela estava com as mãos cruzadas sob a mesa para impedir que tremessem.”

Então, aos poucos Sasha começou a encontrar com as pessoas incomuns que apareciam nos seus sonhos. Sendo a primeira, Riley Gwin, uma arqueóloga, o segundo, Bran Killian, um mágico misterioso e atraente com quem ela se envolveu de forma romântica, o terceiro, Sawyer King, um viajante, o quarto, Annika Waters, uma lutadora e, por fim, o quinto, Doyle McClaeary, um solitário. 


Juntos, eles precisavam recuperar as estrelas perdidas, criadas por três deusas da lua como presentes para uma nova rainha, que faziam parte de uma lenda. Assim, deveriam protegê-las de Nerezza, a mãe da escuridão, uma deusa do mal que queria possuí-las. 

 “Havia todos os tipos de magia, pensou, e Sasha tinha a sua própria.”

Narrado em terceira pessoa, permite ao leitor maior envolvimento na trama. Desta forma, é possível conhecer melhor cada um dos personagens e compreender todos os acontecimentos.


A escrita da autora é meticulosa na medida certa, leve e muito fluída. A trama me envolveu e conquistou desde o início, embora, o romance não fosse o foco principal. 


A capa é linda, com um cenário grego sensacional. A diagramação é ótima e a revisão exemplar. 


Dou cinco estrelas e com certeza recomendo!!!


0 comentários: