Autor Nacional,

Nas Suas Mãos de Marjory Lincoln

12 abril Bianca Gonçalves 0 Comments

Independente


Sinopse

O que você faria se a liberdade e a vida do homem que um dia partiu seu coração estivessem em suas mãos? 

Talvez você nunca precise se perguntar isso, mas Lívia, uma investigadora talentosa, mas solitária e de coração partido, precisou responder para si mesma. 

Quando Davi Moura chegou a São Paulo direto de Porto Alegre para o Departamento de Policia Civil, sua vida mudou completamente. A paixão surgiu quase que instantaneamente, e de tão intenso, ela logo aceitou seu pedido de casamento tão precoce quanto a forte atração que sentiram. “Aquele doutor barbudo, forte, extremamente inteligente e charmoso com seu sotaque sulista parecia ter preenchido um vazio dentro de si que ela jamais conseguiria explicar em palavras...” 

A felicidade de ambos, ao contrário de antes, era palpável. Um completava o outro, parecia que aquela teoria da ‘metade da laranja’ nunca havia feito tanto sentido. Eram álcool e fósforo; tudo parecia perfeito e em seu devido lugar, mas em uma noite de natal, algo mudou. Um SMS, lágrimas... o fim de tudo. Para ele Lívia não mais era o suficiente, não existia mais sentimento algum, aquele “relacionamento de contos de fadas” era tudo uma mentira. O cara mais amável que ela havia conhecido se transformara em segundos e ela nunca soube explicar o porquê. 

Colocada para fora de casa como se tivesse cometido um crime, ela penou, chorou, mudou de departamento e quando cansou se levantou e seguiu com sua vida, até que tempos depois suas férias foram interrompidas. Era um caso de urgência, ‘um parente do delegado do Departamento de Investigações criminais, o DEIC, onde ela atuava atualmente fora acusado por um crime hediondo, e só a melhor investigadora do estado poderia ajudar porque todo o universo conspirava contra ele, e era aí que começava seu dilema: Como ser profissional quando você está completamente destruída e mergulhada no orgulho, na mágoa, na dor, e na enorme vontade de “dar o troco”?

0 comentários: