5 Estrelas,

( Resenha ) Em Pedaços - Livro 1 da Série Recomeços de Lauren Layne @EditoraParalela

22 julho Clã dos Livros 0 Comments

Editora Paralela

Leia a sinopse AQUI.

Resenha


Em Pedaços é o primeiro livro da Série Recomeços de Lauren Layne. Eu já tinha lido um livro da autora, Mais que Amigos, também lançado pela Editora Paralela e amado, por isso estava na expectativa para ler Em Pedaços e não me decepcionei. 

Confira a resenha de Mais que Amigos AQUI.

A Bela e a Fera é um clássico dos contos infantis que já ganhou diversas adaptações e Em Pedaços é uma deliciosa releitura moderna. 

Olivia Middleton é uma jovem de sorte. Rica, linda, de "boa" família, caridosa, amável, cheia de amigos e com o namorado perfeito. Só que Olivia cometeu um grande erro, pelo qual se envergonha demais e prefere se afastar de sua vida "perfeita", fugir para bem longe a fim de esquecer e ser esquecida.

Por isso ela acaba se comprometendo a cuidar de um ex-soldado, bem longe de Manhattan. Todos pensam que ela é apenas uma dedicada jovem caridosa, abrindo mão de tudo, mas na verdade Olivia só deseja fugir do que fez. 

"É que, lá no fundo, sei que a razão pela qual vim pra cá foi a noção inocente de que ajudar Paul acabaria me ajudando. Que, de alguma forma, eu poderia consertar o que estivesse quebrado e podre dentro de mim."

Paul Langdon é um ex-soldado atormentado. Ele lutou no Afeganistão e além de dores físicas, carrega muitas dores psicológicas. Ele está atormentado e furioso e não aceita ajuda de ninguém, por isso seu pai resolve mudar a tática contratando uma jovem para acompanhá-lo a fim de quebrar sua resistência. 

"A raiva ameaça me sufocar. Faz dois anos que voltei do Afeganistão, e ela não diminui. Talvez tenha até aumentado."

O que nenhum dos dois esperava era que sentiriam-se muito atraídos um pelo outro, mas foi justamente o que aconteceu. Os dois são personagens feridos, claro que ele traz cicatrizes mais pesadas, mas ambos precisam se curar e também se perdoar. 

""Não se trata da sua perna ou do seu rosto", ele diz, bruscamente. "É a forma como você lida com isso. Você sabe."

Paul vive dentro de casa, fazendo alguns execícios, mas nunca cuidando da perna que foi ferida. Não sai, não vê ninguém, está a cada dia mais recluso e só. Ele não quer ver e nem falar com ninguém mas depende do dinheiro que recebe do pai até ter idade para receber sua herança. Mas ele não precisa do dinheiro para si mesmo, na verdade Paul cuida da família de um amigo que morreu no Afeganistão e por isso tolera seu pai e suas intromissões. Ele é obrigado a aceitar a presença de Olivia durante 6 meses, para não perder o dinheiro.

"Achei que era tentação suficiente só olhar para ela. Mas assim de perto? É ainda mais bonita, só que a ameaça é ainda maior, porque ela também é ousada, irreverente e corajosa. Essa combinação é mais ameaçadora que seus grandes olhos verdes e seu corpo esguio."

Olivia quer ajudar, mas percebe a resistência de Paul. A relação deles começa de maneira complicada, pois ele é mal humorado e algumas vezes grosseiro e arredio, uma fera em aparência e comportamento.

Porém a jovem acaba quebrando passo a passo algumas das barreiras dele e dela mesma. Ambos vão se conhecendo e vencendo alguns obstáculos e a atração que sentem os impulsiona a se aproximarem cada dia mais. Porém algumas barreiras podem ser grandes demais para serem ultrapassadas... 

Olivia e Paul são lindos. Eu amei acompanhar o crescimento dos dois que precisaram amadurecer muito, e o fizeram juntos. Os dois juntos alcançam altas temperaturas em cenas quentes e isso também foi uma delícia de curtir. 

"Seus olhos azuis me perguntam o que ele não tem coragem de falar em voz alta. Você me quer?
Minha resposta também vem sem a ajuda de palavras."


Em Pedaços é uma linda história. Me envolvi demais com os protagonistas que são personagens bem construídos e apaixonantes. Paul soube ser grosseiro assim como se espera de uma fera, mas também me conquistou se transformando em um homem apaixonante.   
O livro é narrado em primeira pessoa intercalando os dois protagonistas. A diagramação é simples e confortável e a capa linda. 

0 comentários: